nsc
an

Livre Mercado

Joinville é a única cidade catarinense escolhida para participar de Pesquisa Imobiliária nacional

Levantamento inédito será feito juntamente com outras 19 capitais brasileiras e regiões metropolitanas

25/05/2017 - 02h02

Compartilhe

Por Redação NSC

Joinville foi a única cidade catarinense escolhida para participar da Pesquisa Imobiliária Nacional, um levantamento inédito com dados consolidados de censos imobiliários, juntamente com outras 19 capitais brasileiras e regiões metropolitanas. O estudo é uma iniciativa da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), com correalização do Senai e organização da Brain Bureau de Inteligência Corporativa. A pesquisa traz dados de janeiro a dezembro de 2016.

Neste período, Joinville respondeu por 2,4% de todas as vendas de unidades residenciais verticais no Brasil. Foram 1.484 unidades lançadas e 1.762 vendidas durante todo o ano passado. Segundo a Brain, a cidade foi a única do País a registrar um crescimento nas vendas em comparação com Belo Horizonte, Curitiba, Distrito Federal, Maceió, Manaus, Porto Alegre e as regiões metropolitanas de outras cinco capitais.

O incremento nas vendas foi de 33,9% entre janeiro e novembro de 2016, em comparação ao mesmo período do ano anterior. Em média, as demais cidades tiveram uma queda de 20%.A cidade fechou os 12 meses com oferta final de 3.267 unidades, representando uma queda de 14% no estoque de unidades residenciais.

Foram 75 empreendimentos que conseguiram zerar os estoques no ano passado e outros seis no primeiro trimestre deste ano. A pesquisa da CBIC está sendo apresentada durante o 89º Encontro Nacional da Indústria da Construção (Enic), que começou ontem e vai até amanhã em Brasília.

Home Art

A 13ª edição da Home Art – Feira de Móveis e Decorações de Joinville abre nesta quinta-feira e vai até domingo na Expoville. O evento terá cerca de 45 expositores, que vão ocupar um espaço de 4 mil metros quadrados no pavilhão central de exposições. Eles apresentarão as últimas tendências em materiais, cores e design para jogos de quarto, sofás, salas de estar e jantar, artigos e objetos de decoração.

Os visitantes também vão contar com descontos que podem chegar a 60%, com opção de parcelamento. A entrada custa R$ 5, mas o estacionamento é gratuito. A feira fica aberta, na quinta e sexta-feira, das 16 às 22 horas; no sábado, das 10 às 22 horas; e no domingo, das 10 às 21 horas.

— A feira estará aberta tanto para pequenos consumidores, quanto para empresas que cuidam da decoração e da mobília de grandes espaços comerciais ou de prestação de serviços, como escritórios e recepções, hotéis, pousadas, entre outros — explica Iuri Sommer, diretor da Sommer Eventos, que realiza o evento.

Atração do Feirão

Vista aérea do residencial Caroli Easy Club, que será construído no Bairro Anita Garibaldi
Vista aérea do residencial Caroli Easy Club, que será construído no Bairro Anita Garibaldi
(Foto: )

O Residencial Caroli Easy Club será uma das atrações da Rôgga Empreendimentos durante o Feirão Caixa da Casa Própria, no fim de semana, na Expoville. A empresa vai oferecer zero de entrada aos interessados, com parcelas mensais a partir de R$ 649. A construção conta com o Sistema Rôgga de Edifícios Sustentáveis e começou em abril deste ano no bairro Anita Garibaldi. A previsão de entrega é para 2019, com um valor geral de vendas de lançamento de R$ 53 milhões. Na foto, uma vista aérea do empreendimento feita com um drone.

Sustentabilidade

A Embraco divulgou na última terça-feira o relatório de sustentabilidade referente aos anos de 2015 e 2016. O documento mostra informações sobre as ações e impactos gerados para empresa e comunidade.

Segundo os dados, foram geradas 116,2 mil toneladas de resíduos em todas as plantas no ano passado, um crescimento de 6,3% em relação a 2015. Desse total, 86,3% foram reciclados e 13,4% encaminhados para aterros sanitários.

Em relação às emissões de gases causadores do efeito estufa, a empresa gerou 95,9 mil toneladas de CO² no ano passado, reduzindo em 7 mil toneladas (5,8%) em relação ao ano anterior.

De toda a água consumida globalmente pela empresa, 27% foram reutilizados. Apenas na unidade de Joinville, houve a redução de 11% no consumo de energia elétrica entre os períodos do relatório. Por outro lado, o consumo global aumentou em 0,36%.

Produção e inovação

O relatório da Embraco também mostra que a empresa tem capacidade anual de produção de 40 milhões de unidades de compressores, responsáveis pela preservação de 20% dos alimentos consumidos em todo o mundo.

A companhia investe de 3% a 4% da receita líquida em pesquisa e desenvolvimento para transformar tecnologia em inovação. E os dados mostram que o resultado tem sido positivo, já que 59% da receita da companhia nos últimos cinco anos vêm de soluções inovadoras lançadas durante o mesmo período.

Nova unidade

A Agemed vai abrir uma nova unidade comercial em São Bento do Sul no dia 1º de junho. Especializada em planos corporativos, a empresa planeja crescer 70% neste ano e ultrapassar os R$ 700 milhões de faturamento.

A operadora tem planos de abrir unidades também em Santa Maria (RS) e de chegar ao Sudeste. A Agemed hoje é a maior operadora de planos de saúde de Santa Catarina.

Colunistas