nsc

publicidade

Univille apresenta

Joinville é destaque de SC na Bienal Brasileira de Design Gráfico 

30/10/2019 - 16h09 - Atualizada em: 30/10/2019 - 16h14

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
Joinville é destaque de SC na Bienal Brasileira de Design Gráfico
(Foto: )

O curso de Design da Univille vai ser o destaque de Santa Catarina na 13ª edição da Bienal Brasileira de Design Gráfico, programada para 29 de novembro a 16 de dezembro, no Museu Oscar Niemayer (MON), em Curitiba. Nada menos que 12 dos 20 projetos do Estado selecionados para participar do evento mais concorrido do setor no País envolvem egressos e/ou professores do curso.

— Em nenhuma Bienal esse número foi tão expressivo para a cidade — comemora o professor Haro Schulemburg, coordenador executivo da edição deste ano da Bienal e diretor administrativo da gestão 2018-2019 da Associação Designers Gráficos (ADG Brasil), que promove o evento e completa em 2019 30 anos.

Quatro professores integram o corpo de jurados: Adriane Shibata, Carlos Felipe Urquizar, Isadora Dickie e Roy Schulenburg. O julgamento dos projetos é feito às cegas, os jurados não participam da apreciação de trabalhos das instituições a que são vinculados.

Três dos quatro projetos da Whirlpool selecionados para a Bienal tiveram a participação de uma das egressas do curso de Design da Univille, Francesca Macanhão Rech, que atua na companhia como responsável pela estratégia de CFM (Color, finish & materials) das marcas Brastemp e Consul. Os três projetos são o refrigerador Brastemp inverse de três portas, a B.blend un.plug, primeira máquina de bebidas variadas em cápsulas plug&play do mundo, e a máquina de lavar Brastemp com nova linguagem de design. Um quarto projeto da Whirlpool vai para a Bienal, a família iconográfica da Consul.

— Antes de mais nada, termos iniciativas que incentivam o design é sempre inspirador! No caso da Bienal de Design Gráfico, que abriu as portas para outras disciplinas do design, é ainda mais entusiasmante, pois demonstra coragem de experimentar algo novo e desafiar o esperado, que são premissas genuínas do design — enfatizou Francesca.

Segundo ela, participar do evento é viver uma experiência única de forma coletiva.

— Afinal, cada projeto é a união de incontáveis esforços, estímulos e considerações, mas acima de tudo a entrega de uma nova proposta de valor, adequada ao seu tempo e necessidades. Inscrevemos quatro projetos e todos foram aprovados! Fiquei muito feliz com a notícia e muito orgulhosa de fazer parte deste time talentoso de designers — conta.

Identidade

Segundo os organizadores, a identidade da 13ª edição da Bienal atravessa o conceito de multidão.

— A curadoria deste ano busca por um design gráfico brasileiro que se expressa por múltiplas vozes, representadas na identidade do evento pelo hibridismo, mestiçagem, sobreposição de camadas e formas e multiplicação das cores — enfatiza Gustavo Greco, curador da Bienal.

O corpo de júri é integralmente brasileiro, com integrantes de diversos Estados e projetos de todas as regiões do país em 50 categorias.

SERVIÇO

O quê: 13ª Bienal Brasileira de Design Gráfico

Onde: Museu Oscar Niemayer (MON), Curitiba

Quando: 29/11 a 16/12 Inscrições e informações: bienaladg.org.br

Deixe seu comentário:

publicidade