publicidade

Polícia
Navegue por

Norte da Ilha

Justiça autoriza apreensão de menor que teria atirado em turista no Papaquara, em Florianópolis

Segundo delegado de Homicídios, autor seria um adolescente

03/01/2017 - 17h59 - Atualizada em: 04/01/2017 - 07h32

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

A Polícia Civil fez ainda na segunda-feira a solicitação de mandado de apreensão contra o autor do disparo que atingiu a turista Daniela Scotto de Oliveira Soares, 38 anos, na madrugada de domingo, na comunidade do Papaquara, no norte da Ilha, em Florianópolis. Nesta terça-feira, o pedido foi acatado pela Justiça. A Delegacia de Homicídios afirma que o autor é um menor.

De acordo com o diretor de polícia da Grande Florianópolis, Verdi Furlanetto, três suspeitos de envolvimento no crime foram identificados, mas foi solicitada a prisão somente do que disparou o tiro que atingiu a cabeça de Daniela. Ele não confirma que se trata de um menor para não atrapalhar as investigações.

— O pedido foi feito, já passou pelo crivo do Judiciário. É pra uma pessoa, o autor. Todo o encaminhamento foi dado de forma bem célere. Tudo tá sendo feito — resumiu o delegado. Ele alega que qualquer detalhe sobre a linha de investigação da Polícia Civil pode resultar na fuga do suspeito e dificultar a prisão.

Já o delegado de Homicídios da Capital, Ênio de Mattos, adianta que o autor do disparo foi um adolescente. Ele também não dá mais detalhes sobre a investigação, mas explica que apesar de haver possivelmente outras pessoas com o menor na cena do crime, somente contra ele foi pedida por ser o único responsável pelo disparo.

Leia mais:

Morador relata que há toque de recolher em comunidade de Florianópolis onde morreu turista

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação