nsc

publicidade

Trânsito

Justiça condena motorista a seis anos de prisão por morte de motociclista em Florianópolis

Julgamento ocorreu nesta quinta-feira (25) no Tribunal do Júri

25/04/2019 - 19h14 - Atualizada em: 25/04/2019 - 21h59

Compartilhe

Redação
Por Redação Hora
Réu foi condenado pelo crime de homicídio com dolo eventual, quando se assume o risco de matar
Réu foi condenado pelo crime de homicídio com dolo eventual, quando se assume o risco de matar
(Foto: )

Um motorista responsável por causar a morte de um motociclista em Florianópolis foi condenado nesta quinta-feira (25) a seis anos de prisão, em regime semiaberto. O julgamento ocorreu no Tribunal do Júri.

Os jurados o consideraram culpado pelo crime de homicídio com dolo eventual, ou seja, quando o autor assume o risco de matar. De acordo com a denúncia, o réu estava embriagado, quando provocou o acidente.

O réu também foi condenado a pagar R$ 40 mil de indenização ao filho do motociclista. O valor foi determinado a título de danos morais. Ele poderá recorrer da decisão em liberdade.

O acidente aconteceu na madrugada do dia 25 de junho de 2016, na SC-406, na Barra da Lagoa. Conforme a denúncia, o motorista tinha saído do bar, quando saiu de carro pela rodovia. Em determinado momento, ele invadiu a pista contrária e atingiu o motociclista, que teve a perna e um braço amputados e morreu no local.

Durante o julgamento, um dos policiais que atendeu a ocorrência disse que o réu cambaleou ao sair do carro. O exame de bafômetro apontou que ele havia bebido antes de dirigir. No depoimento, o réu reconheceu que tinha ingerido quatro latas de cerveja. No entanto, ele garantiu que se sentia em condições de dirigir e negou ter invadido a pista contrária.

Deixe seu comentário:

publicidade