nsc
    dc

    Economia

    Kellogg vai investir R$ 215 milhões na catarinense Parati após "acordo secreto" com SC

    Companhia norte-americana irá expandir planta de São Lourenço do Oeste

    18/01/2018 - 11h13 - Atualizada em: 18/01/2018 - 12h04

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    Planta da Parati em São Lourenço do Oeste.
    Planta da Parati em São Lourenço do Oeste.
    (Foto: )

    A Kellogg Company anunciou nesta quinta-feira, 18, um investimento de R$ 215 milhões para expandir sua fábrica de massas e biscoitos Parati, em São Lourenço do Oeste. A fábrica catarinense havia sido adquirida pela norte-americana em 2016 por R$1,38 bilhão, tendo sido a maior aquisição da Kellog na América Latina.

    Segundo a Kellogg, um acordo recentemente assinado com o governo do Estado permitirá a construção de novas estruturas ao longo deste ano, que entrarão em operação em 2019. A secretaria de Estado da Fazenda afirma que a companhia foi rígida quanto à divulgação dos termos do contrato e não deu detalhes a respeito. Questionada sobre o teor do acordo, a Kellogg disse, por meio de assessoria de imprensa, que não iria se pronunciar sobre o assunto.

    O governador de SC, Raimundo Colombo, declarou que o Estado foi escolhido principalmente por causa “das condições favoráveis" que oferece às empresas "em termos de logística, infraestrutura, segurança, estabilidade econômica, talentos locais”.

    Fundada em 1972 em Santa Catarina, a Parati emprega 3,2 mil funcionários, tem cinco centros de distribuição e duas unidades de produção. Em 2016, a empresa faturou R$ 600 milhões. O faturamento de 2017 ainda não foi fechado, diz a Kellog.

    A compra da Parati em 2016 foi uma forma de a Kellog ampliar sua presença na América Latina e reduzir a dependência dos cereais no mercado brasileiro ao ampliar o portfólio para massas e biscoitos.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas