nsc

publicidade

Tigre

Kleina diz que Criciúma merecia vaga na final do Catarinense

Treinador aponta que postura do Carvoeiro diante do líder permite tal análise

15/04/2019 - 08h50

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Kleina foca agora no trabalho para a Série B
(Foto: )

Eliminado, mas de cabeça erguida e sabendo que era possível chegar à final do Campeonato Catarinense. Pelo menos é essa a análise do técnico do Criciúma, Gilson Kleina, após o time perder a semifinal para o Avaí, nos pênaltis por 4 a 2, depois de empate por 1 a 1 no tempo normal na Ressacada. O treinador do Tigre destacou vários pontos que para ele foram muito determinantes durante o confronto único em Florianópolis e, por isso, entende que o grupo está no caminho certo neste início de trabalho.

– Acho que merecíamos ir para a decisão pela postura diante do líder do campeonato. Tenho certeza que o adversário não esperava nossa proposta, não deixamos Betão e Marquinhos saírem jogando. Quando não conseguimos mais fazer o bloco alto, erramos uns passes, um drible e a equipe deles cresceu. Várias coisas boas aconteceram, temos que lamentar estar fora da final, mas fiquei orgulhoso da nossa equipe. Com todos os nossos problemas para o jogo, quero enaltecer os jogadores e agradecer à presença dos torcedores – falou Kleina.

O foco do Criciúma passa a ser o trabalho para ir bem na Série B do Brasileiro, que começa no final do mês. O planejamento começou a partir da contratação de Kleina e do diretor João Carlos Maringá. Juntos, eles trouxeram nomes como o meia Wesley e os atacantes Vinicius e Léo Gamalho, que estiveram em campo contra o Avaí. A meta é recolocar o Tigre na elite do futebol brasileiro. Apesar de não ter conquistado os resultados esperados na semi e antes diante da Chapecoense pela Copa do Brasil, o comandante carvoeiro está satisfeito.

– Sem sombra de dúvida, um trabalho que estamos fazendo passo a passo para resgatar nossa força com a torcida. Enfrentamos duas equipes da Série A e com a chance de ter vantagem. Temos que começar a viver essas decisões, vamos iniciar o planejamento para a Série B. Queríamos a taça, mas agora vamos canalizar a forças, ver os ajustes para fazer. Trabalhar nessas duas semanas, agora começa do zero. Jogadores contratados, vamos reavaliar situações de lesões para ter uma equipe forte e uma estreia com o pé direito – completou.

O Criciúma estreia na Série B do Brasileiro no próximo dia 27, às 16h30min, quando recebe o Cuiabá, no Heriberto Hülse. Na segunda divisão, o Tigre terá apenas um catarinense como adversário: o Figueirense.

Deixe seu comentário:

publicidade