nsc
    dc

    Nova empresa

    Latam anuncia voos para Chapecó em 2020 

    Serão dois horários de chegada e dois de saída para Congonhas, em São Paulo-SP

    09/12/2019 - 18h10 - Atualizada em: 09/12/2019 - 18h34

    Compartilhe

    Darci
    Por Darci Debona
    Aeroporto de Chapecó movimentou 480 mil embarques e desembarques em 2018
    Latam será a terceira empresa a operar em Chapecó
    (Foto: )

    A empresa Latam Airlines Brasil confirmou no final da tarde desta segunda-feira (9) o início das operações no Aeroporto Serafim Enoss Bertaso, em Chapecó, a partir de 29 de março de 2020. Exceto no primeiro dia, quando a operação inicia às 10h40min, de Congonhas-SP até Chapecó, a partir do dia 30 de março serão quatro horários, dois de saída e dois de chegada.

    De Congonhas para Chapecó os horários serão 10h40min e 22h25min de segunda à sexta-feira; no sábado terá horário 11h20min; e no domingo 11h20min e 22h15min.

    De Chapecó a Congonhas os horários são 5h25min, de segunda-feira à sábado, e 13h30min, de segunda-feira à domingo. Cada um com uma hora e meia de duração. A operação já vinha sendo estudada há vários meses.

    — Em 2019, a LATAM foi a companhia que mais investiu na aviação brasileira e o anúncio de Congonhas-Chapecó comprova que continuaremos focados no próximo ano em investir nos mercados que trazem maior sustentabilidade econômica. Estamos felizes de chegar a mais um importante centro econômico catarinense e ampliar ainda mais as opções de viagem para os nossos clientes — afirmou Jerome Cadier, CEO da Latam Brasil.

    Os novos voos estão disponíveis a partir de R$ 150, segundo a empresa, em aeronaves Airbus A319, com capacidade para 144 passageiros.

    O prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, destacou que a chegada da Latam é muito importante para uma região que abrange os três estados do Sul, fazendo ligação com um dos aeroportos mais concorridos da América Latina, que é Congonhas.

    O diretor-executivo da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (Acic), Fábio Magro, também ressaltou a importância de retomar a ligação com Congonhas, que tinha sido perdida após a saída da Avianca.

    — É um aeroporto com ótima localização, o que facilita a logística dos passageiros. Além disso os horários são bons, o que permite ir a São Paulo pela manhã e retornar à noite. Isso facilita principalmente quem faz viagens a negócios — afirmou Magro.

    No ano passado o aeroporto de Chapecó teve 480 mil embarques e desembarques. A Gol e a Azul já operam no local.

    Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Economia

    Colunistas