nsc
hora_de_sc

Intolerância

Latido de cães termina em violência doméstica e prisão de agressor em Palhoça

Homem chutou o rosto da irmã, que teve fraturas no nariz

16/01/2020 - 18h12 - Atualizada em: 02/03/2020 - 17h47

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
***
(Foto: )

Após ser acordado com latidos dos cachorros da irmã, no momento em que ela chegava em casa do trabalho, homem agrediu a familiar com um chute no rosto e acabou preso. A situação de violência doméstica ocorreu no final da tarde da última terça-feira (14), na Ponte do Imaruim, em Palhoça. O homem foi solto, porém está afastado do lar.

Segundo descrito em auto de prisão em flagrante, a jovem foi agredida pelo irmão com um chute no rosto momentos após chegar na residência da família, devido a algazarra promovida pelos cachorros da moça com a sua chegada.

Incomodado, o homem que dormia no momento em que ela chegou, distribuiu pontapés nos animais e partiu para cima da irmã com xingamentos. À polícia, ele relatou que pretendia dar um chute na perna da irmã, mas acertou o rosto dela no momento em que a vítima se abaixou para pegar um dos animais de estimação no colo.

Com o golpe, a familiar teve o nariz quebrado. Ela acionou a polícia e chegou a ser ameaçada pelo irmão de que seria "pior" para ela agir desta maneira. O rapaz já possuía passagens anteriores por delitos similares e foi preso em flagrante.

Após audiência de custódia, o magistrado entendeu por aplicar medidas cautelares distintas da decretação da preventiva e determinou seu afastamento imediato da residência familiar, da qual deve manter distância mínima de 500 metros, e a proibição de qualquer contato com a irmã, inclusive por telefone ou internet.

Ele poderá desempenhar seu trabalho normal em empresa de transporte coletivo, mas terá que utilizar tornozeleira eletrônica. O descumprimento de qualquer destas medidas implicará na decretação de sua prisão preventiva.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Polícia

Colunistas