nsc

publicidade

Análise

Lesão de Douglas e lamentações: o saldo do Avaí após o clássico 

Leão fica no 0 a 0 contra o Figueirense na despedida da carreira de Marquinhos 

17/03/2019 - 18h50

Compartilhe

Guto
Por Guto Marchiori

O saldo do Avaí após o clássico da Capital não foi positivo. O time ficou no 0 a 0 contra o arquirrival Figueirense, na Ressacada, em partida que marcou o fim da carreira do meia Marquinhos. Para piorar, o estreante Douglas jogou pouco mais de 25 minutos, mas sentiu dores que podem o afastar da sequência do Campeonato Catarinense. O médico azurra Luís Fernando Funchal o avaliou previamente ainda em campo, mas sem confirmar qualquer lesão.

— Não dá para ter certeza, provavelmente uma contratura — disse o médico do Avaí.

O lateral Iury, que jogou improvisado na esquerda e depois foi para o lado direito após a saída de Alex Silva, lamentou o Avaí não ter conquistado a vitória para Marquinhos. Na visão do jogador, o Leão foi superior ao Figueirense.

— O clássico é difícil, pois se decide nos detalhes. Pecado que a nossa bola não entrou. O goleiro deles fez boas defesas. O empate não nos deixa felizes. Queríamos a vitória na despedida do Marquinhos — destacou Iury.

Já Pedro Castro, que no primeiro tempo perdeu uma clara oportunidade de gol ao arrematar pelo alto da marca do pênalti, reconheceu que o Avaí cresceu de rendimento na etapa final.

— Criamos chances no segundo tempo, mas a bola não entrou. No primeiro tempo estávamos estudando o adversário e no segundo fomos melhores. Fizemos um jogo difícil — falou Castro.

Próximo jogo

Com 24 pontos, o Avaí volta a campo na quarta-feira, às 21h30min, quando recebe o Marcílio Dias, na Ressacada, pela 14ª rodada do Catarinense. O confronto vai colocar frente a frente dois times que estão no G-4 do Estadual.

Deixe seu comentário:

publicidade