nsc
    an

    Ligações ilegais de energia em praia de São Francisco do Sul geravam prejuízo de R$ 3 milhões

    Celesc promoveu operação para combater o furto de energia em loteamentos de São Francisco do Sul

    28/11/2019 - 15h15

    Compartilhe

    Cláudia
    Por Cláudia Morriesen
    foto mostra carros da Celesc em um estacionamento
    Cerca de 60 funcionários foram aos loteamentos nesta quinta para desligar as ligações clandestinas
    (Foto: )

    Mais de 100 ligações clandestinas foram desligadas em dois loteamentos na Praia do Ervino, em São Francisco do Sul, na manhã desta quinta-feira, 28. A operação para combater o furto de energia foi liderada pela Celesc e contou com a parceria da Polícia Militar. As ligações clandestinas ocorriam nos loteamentos Curitiba e Noêmia. Em julho, 170 ligações clandestinas já haviam sido desligadas em uma operação semelhante.

    Segundo a Celesc, os furtos de energia na Praia do Ervino geravam um prejuízo de R$ 3 milhões à companhia. A ação envolveu 60 funcionários da Celesc e 40 policiais militares. Os moradores que tiveram a energia desligada receberam um termo de ocorrência de irregularidade e, agora, devem procurar a Secretaria do Meio Ambiente para solicitar uma autorização para ligação de energia. Com este documento em mãos, poderão procurar a Celesc para regularizar a situação.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Polícia

    Colunistas