nsc
an

Meio ambiente

Macaco domesticado é abandonado em unidade dos bombeiros de Joinville

Corporação tentou encaminhar o animal silvestre aos órgãos responsáveis, mas não conseguiu que o primata fosse buscado até o fim da manhã desta quinta-feira

18/04/2019 - 10h42 - Atualizada em: 18/04/2019 - 11h08

Compartilhe

Redação
Por Redação AN
foto mostra o sagui dentro de uma gaiola
Primata é comum nas áreas de mata dentro da região urbana de Joinville
(Foto: )

Desde a tarde de quarta-feira, um macaco dentro de uma gaiola está nas unidades do Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville à espera de um destino que permita uma vida melhor ao animal. Ele foi deixado na unidade do Boa Vista dos bombeiros, que fica anexa à Metalúrgica Tupy, por uma mulher que não deu identificação. Os bombeiros tentam encaminhar o animal silvestre para um órgão responsável, mas não haviam conseguido até a manhã desta quinta-feira.

Segundo o Corpo de Bombeiros Voluntários, a mulher levou o macaco até a unidade e informou que o encontrou na mata e o colocou na gaiola para que os bombeiros o levassem para a Polícia Militar Ambiental. No entanto, os bombeiros verificaram que o animal é dócil, aparentemente domesticado, e que dentro da gaiola havia brinquedos e cobertor, o que leva a crer que ele estava sendo mantido em cativeiro.

A Polícia Militar Ambiental foi acionada, mas informou que não recebe animais a não ser em caso de crime ambiental. Além disso, o encaminhamento correto seria o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), em Florianópolis. O comandante da Polícia Militar Ambiental, Vitor Hugo da Silva, informou à reportagem, no entanto, que o Cetas não está recebendo animais há pelo menos dois meses e, por isso, a PMA não poderia prestar este atendimento.

A reportagem tentou contato com o Cetas em Florianópolis, mas nenhum número de telefone informado no site e na recepção do Ibama levou à unidade. O departamento de comunicação do Ibama em Brasília foi acionado, mas não havia oferecido informações sobre a situação do Centro de Triagem de Animais Silvestres até as 11h40 desta quinta-feira.

A Vigilância Ambiental da Prefeitura de Joinville informou que enviará uma veterinária para examinar o animal na tarde desta quinta-feira.

Colunistas