nsc
dc

Lava-Jato 

"Mais um caso de exibicionismo do Judiciário", diz Marun sobre prisão de Temer 

Ex-presidente da República foi preso nesta manhã em São Paulo 

21/03/2019 - 11h14

Compartilhe

Por GaúchaZH
Carlos Marun
Carlos Marun foi ministro da Secretaria de Governo
(Foto: )

O ex-ministro da Secretaria de Governo Carlos Marun se manifestou na manhã desta quinta-feira (21) sobre a prisão do ex-presidente Michel Temer, detido em casa, em São Paulo. Em entrevista à Rádio Gaúcha, Marun afirmou que este é um caso de "exibicionismo".

— É mais um lamentável caso de exibicionismo do Judiciário. Ainda não tenho conhecimento do processo, detalhes do caso, mas posso afirmar, sem medo de errar, que se trata de mais um caso de exibicionismo — afirmou.

O ex-ministro disse que se encontrou com o ex-presidente Michel Temer em fevereiro e que ele estava se "preparando para o exercício da sua defesa", mas que, na opinião dele, não havia nada que pudesse indicar uma prisão preventiva. Questionado sobre o seu apoio à Lava-Jato anteriormente, rebateu novamente:

— Sempre fui a favor da punição de abuso de autoridade, sempre fui favorável à razoabilidade da Justiça e sempre tive nojo do exibicionismo judiciário.

Temer e o também ex-ministro Moreira Franco foram citados por delatores e doleiros, investigados no âmbito da Lava-Jato, mas ainda não há detalhes sobre o motivo das prisões.

Colunistas