publicidade

Esportes
Navegue por

Olimpíadas 2020

Manezinha de olho em uma vaga na Seleção Brasileira de Skate na Olimpíada de Tóquio

Isadora Pacheco está entre os skatistas que podem formar a equipe brasileira nos Jogos Olímpicos do ano que vem, no Japão

10/07/2019 - 07h00

Compartilhe

Por Priscila Araújo
Com 14 anos a skatista está em busca por representar o Brasil no skate feminino
(Foto: )

Com cabelos castanhos claros, aparelho nos dentes, boné para trás e uma camiseta com a frase “ande de skate como uma garota”, Isadora Pacheco, 14 anos, se esforça nos treinos. O objetivo é garantir uma vaga na Seleção Brasileira de Skate, no ano que vem em Tóquio.

Será a primeira vez que o esporte estará nas Olimpíadas e a manezinha do bairro do Rio Tavares, no Sul de Florianópolis, pode ser uma entre os possíveis representantes de Santa Catarina nos jogos.

— Se eu conseguir ir (para as Olimpíadas) acho que vai ser um pouquinho de pressão, mas normal. Todo mundo vai torcer e acho que vai ser uma experiência bem incrível — diz Isa.

Surfe e Karatê também têm atletas do Estado que podem defender o Brasil. E no skate, além de Isadora, há mais dois catarinenses que podem completar a equipe.

— É uma experiência incrível pode estar com Pedro Barros e Yndiara Asp. É bem bom estar na seleção principalmente com esse pessoal mais velho, mais experiente e eu estou só buscando o rumo deles — conta a jovem.

No skate a disputa acontecerá entre as modalidades Street e Park. Essa segunda é a que Isa busca uma oportunidade. Nela, a pista é formada por diferentes obstáculos como, por exemplo, corrimão, rampa e bowl (estrutura parecida com uma piscina). A intenção é que os competidores acertem diferentes manobras durante o percurso.

— Eu estou treinando quatro vezes por semana, mas estou buscando ir mais dias e ficar cada vez mais na pista para realmente evoluir bastante porque tem várias meninas como as japinhas, que já estão treinando para caramba, o dia inteiro e acho que esse é o meu foco — afirma.

Assista a entrevista:

Como garantir a chance

Ao todo serão 40 skatistas do mundo participando do campeonato, metade do gênero masculino e a outra parte do feminino. A definição de quem participará acontece por meio de duas janelas classificatórias, a primeira de 1° de janeiro a 15 de setembro de 2019 e segunda, de 16 de setembro de 2019 a 31 de maio de 2020.

Conforme os critérios estabelecidos para as Olimpíadas, o Brasil poderá contar com até 12 atletas no total em Tóquio - três no Park feminino, três no Park masculino, três no Street feminino e três no Street masculino.

A participação desse número limite dependerá do desempenho dos brasileiros ao longo das classificatórias estabelecidas pela World Skate (Federação Internacional de Desportos sobre Patins). Além disso, o atleta precisa estar presente no ranking da modalidade da entidade internacional, no dia 1° de junho de 2020 e ser reconhecido pela federação nacional do seu país.

Para garantir a vaga, Isadora precisa mandar bem na próxima competição que será de 15 a 19 de julho, na China. Depois ela desembarca direto em Brasília (DF) para a etapa brasileira do mundial que será em setembro.

Seguindo o calendário de classificação para as Olimpíadas, a atual formação da Seleção Brasileira de Skate vale até 15 de setembro de 2019. Uma nova convocação acontecerá para o ciclo que vai de 16 de setembro de 2019 a 31 de maio de 2020.

Confira a galeria de fotos:

Isa
(Foto: )
Isa
(Foto: )
Isa
(Foto: )
Isa
(Foto: )
Isa
(Foto: )
Isa
(Foto: )

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação