publicidade

Política
Navegue por

Declaração do presidente

"Manifestação é recado aos que teimam com velhas práticas", diz Bolsonaro 

O presidente disse ser o único eleito na história do país que "está cumprindo o que prometeu durante a campanha". 

26/05/2019 - 17h19 - Atualizada em: 30/05/2019 - 22h12

Compartilhe

Por Folhapress
Jair Bolsonaro.
(Foto: )

Durante o culto evangélico que Jair Bolsonaro (PSL) participou na manhã deste domingo (26), o presidente disse ser o único eleito na história do país que "está cumprindo o que prometeu durante a campanha".

A declaração foi dada sobre o palco da Igreja Batista Atitude, no Recreio do Bandeirantes, ao lado do pastor evangélico Josué Valandro Júnior. Cerca de 3.800 fiéis assistiram o culto.

Ao lado da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, o presidente se ajoelhou para pedir orações "para mim, para o Brasil, e para autoridades para que consigamos vencer obstáculos".

Sobre as manifestações em apoio ao governo, que ocorriam no mesmo horário a cerca de 30km dali, Bolsonaro afirmou serem "espontâneas" e com "pautas definidas" que iam além do apoio à presidência.

"É uma manifestação [...] com respeito às leis e instituições. Mas com um firme propósito de dar um recado àqueles que teimam com velhas práticas não deixar que o povo se liberte", disse.

O presidente também citou a visita que fez a Israel e disse que parentes e aqueles que estavam ao seu lado sofriam com problemas que se avolumavam.

Antes de chamar Bolsonaro ao palco, o pastor Valandro o apresentou o presidente como "aquele que o senhor tirou do vale da sombra da morte", em referência ao atentado sofrido durante a campanha.

O pastor também ressaltou que o governo estaria apenas no início, e que os evangélicos deveriam orar para dar forças para que o presidente enfrente momentos de pressão.

"Senhor, nosso país carece, por isso oramos em favor do governo Bolsonaro como o melhor governo da história desse país, é o que te suplicamos", disse.

Bolsonaro subiu ao palco sob fortes aplausos dos presentes. Após um breve discurso de cerca de sete minutos, desceu do palco e assistiu ao restante da celebração ao lado de Michelle.

O presidente está no Rio desde sábado (25), quando chegou à cidade para ir ao casamento de seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL). Após o culto, ele retorna a Brasília ainda na tarde de domingo.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação