nsc
dc

Olho no título

Mano destaca longa caminhada do Cruzeiro até a final da Copa do Brasil

Durante o sorteio, o técnico também falou sobre a mudança no regulamento da fase

24/08/2017 - 14h55

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

Nesta quinta-feira, foi realizado o sorteio da CBF que determinou os mandantes dos jogos que definem a final da Copa do Brasil. A alteração no regulamento da fase, que deixa de lado a regra do gol fora de casa. Assim, empate por qualquer placar e vitória com a mesma diferença de gols levam a decisão aos pênaltis. O técnico Mano Menezes comentou a decisão, mencionando as mudanças que serão feitas nas estratégias da organização dos times para as duas partidas da final.

- Nós sabemos que todo mundo que vai jogar fora de casa tem o objetivo de fazer um gol, e isso altera a disputa do jogo seguinte. Continuamos tentando fazer um gol fora de casa, com saldo simples, com o objetivo de vencer a partida, de fazer o resultado, ou no mínimo empatar. Mas muda, sem dúvida nenhuma, como estratégia - declarou o treinador celeste.

O sorteio determinou que o Flamengo será o mandante do primeiro jogo, que acontece às 21h45 do dia 7 de setembro, enquanto o Cruzeiro decide a taça no mesmo horário em Belo Horizonte, no dia 27 de setembro.

Leia mais:

Firmino e Luiz Adriano analisam Grupo E da Liga dos Campeões

Presidente vê Botafogo pronto para retomada e já projeta duelo com o Grêmio

Avaí lança terceiro uniforme, todo azul, e estreia peça diante da Chape

O treinador chega a sua segunda final de Copa do Brasil. Apesar disso, levou apenas um título para casa, em 2009, quando comandava o Corinthians. Antes disso, Mano esteve na final de 2008, mas perdeu para o Sport e chegou à semifinal com o 15 de Novembro, em 2004.

O treinador chega a sua segunda final de Copa do Brasil. Apesar disso, levou apenas um título para casa, em 2009, quando comandava o Corinthians. Antes disso, Mano esteve na final de 2008, mas perdeu para o Sport e chegou à semifinal com o 15 de Novembro, em 2004.

- Comecei cedo. A minha primeira Copa do Brasil disputei com o 15 de Novembro de Campo Bom-RS. Nós ficamos em terceiro na Copa do Brasil com o 15 de Novembro, que era quase um campeonato mundial em termos de conquistas. É torneio, é bom de você jogar, não precisa buscar subterfúgios para motivar os jogadores, a disputa está ali, o objetivo está ali na frente. Passados 180 minutos, alguém vai ser campeão. Então, é uma disputa diferente. E a gente se adapta bem a ela, e consegue fazer resultados importante - contou Mano Menezes.

Para conquistar uma vaga na final, o time mineiro passou por uma longa estrada. Deixou para trás o Volta Redonda-RJ, São Francisco-PA, Murici-AL, São Paulo, Chapecoense, Palmeiras e, na noite da última quarta-feira, eliminou o Grêmio na disputa de pênaltis. Durante o evento da CBF, o técnico exaltou a confiança que a equipe adquiriu no decorrer da Copa do Brasil.

- O jogo contra o São Paulo, o primeiro gigante que a gente pegou, foi importante. E, quando você enfrenta e passa por uma equipe com histórico de vencer e ser campeão como o São Paulo, a confiança interna aumenta - disse Mano.

*LANCEPRESS

Colunistas