nsc

publicidade

Na busca

Marcelo Melo se aproxima dos irmãos Bryan e briga pelo topo no ranking

A vantagem dos americanos é inferior a 1.500 pontos

12/10/2015 - 09h33 - Atualizada em: 12/10/2015 - 09h35

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

A conquista do ATP 500 de Tóquio, no Japão, rendeu para o mineiro Marcelo Melo seu retorno à terceira colocação no ranking de duplas da ATP. A soma de 320 pontos (500 pelo título, menos 180 das quartas em Xangai), também rendeu uma aproximação dos irmãos Bob e Mike Bryan.

Filipe Gamba: Rafael Nadal chegou ao fim?

Melo soma 7.070 pontos, contra 8.540 dos gêmeos que defendiam 1.000 da conquista no Masters 1000 de Xangai, na semana passada, e perderam logo de cara no torneio japonês.

A vantagem, que baixo dos 1.500 pontos, faz com que Melo possa até assumir o topo nas próximas semanas com os torneios ATP 500 e 250 na Europa e o Masters 1000 de Paris.

Com o melhor ranking da carreira, Teliana avança às oitavas na China

Bruno Soares caiu uma colocação no ranking mundial e agora é o 21º colocado. André Sá também caiu uma posição e ocupa o 44º lugar. Já o tenista gaúcho Marcelo Demoliner subiu dois e é o número 78 do mundo.

*LANCEPRESS

Deixe seu comentário:

publicidade