nsc

publicidade

É decisão

Márcio Araújo cita pressão e aponta receita para o título da Chapecoense

"Não errar", destaca o experiente volante para a final contra o Figueirense

04/04/2018 - 15h29

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

Líder da primeira fase e com somente uma derrota em 18 partidas. Essa é a Chapecoense que chega à final do Campeonato Catarinense para enfrentar o Figueirense no domingo, às 16h, em confronto único na Arena Condá. O volante Márcio Araújo citou que os bons números da etapa inicial e a qualidade do elenco montado colocam ainda mais pressão em cima do Verdão na busca do terceiro título consecutivo da competição estadual.

– Sabíamos que o regulamento seria assim, quando chegasse na final não seria novidade. Vamos assumir a responsabilidade, tem a pressão maior pelo elenco, pela equipe. Conseguimos manter na primeira fase e não levar para o lado negativo da pressão, mas vamos jogar do lado do nosso torcedor, vencemos todos os jogos aqui e teremos um grande adversário na final – falou o volante que chegou à Chape no começo de 2018.

Experiente no futebol ao acumular passagens por Palmeiras e Flamengo, Márcio Araújo está ciente de que qualquer vacilo pode derrubar a Chapecoense na final. Por isso, o volante considera que não errar é um dos caminhos para alcançar mais uma conquista diante do torcedor na Arena Condá.

– Por ser um jogo só, você não pode errar. Um erro pode ser fatal, mas esperamos fazer valer a força dentro de casa, do lado do nosso torcedor. Recuperamos praticamente todos os atletas, vamos com força máxima, mais uma questão para o Kleina se alegrar, por ter todos à disposição – completou Araújo.

Na primeira fase, Chape e Figueirense fizeram duas partidas. Na primeira, em Florianópolis, os times empataram sem gols. No duelo em Chapecó, no mesmo lugar da final, o Verdão levou a melhor ao vencer, por 3 a 2. Na decisão, quem vencer fica com a taça. Em caso de igualdade, a disputa vai para os pênaltis.

Confira a tabela do Catarinense 2018

Leia mais notícias sobre o Catarinense 2018

Deixe seu comentário:

publicidade