nsc
    nsc

    Vegetação exótica

    Mário Motta: voluntários fazem remoção de "árvore invasora" no parque das Dunas 

    Proliferação de pínus impede crescimento de árvores nativas da Mata Atlântica

    10/03/2017 - 03h48

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    (Foto: )

    A Lei Municipal 9097/2012, aprovada pela Câmara de Vereadores de Florianópolis com apoio dos ambientalistas, determina a remoção da vegetação exótica invasora, em expansão no território da Ilha de Santa Catarina. Assim, neste sábado, 11 de março, das 7h30min às 10h30min, um grupo de voluntários do Instituto Hórus cortará pínus no Parque das Dunas da Lagoa da Conceição.

    A planta é considerada exótica, invasora e impede o nascimento de espécies nativas da Mata Atlântica. Desde 2010 já foram retirados 240 mil pínus do parque, sendo 20 mil de árvores adultas. A retirada da espécie é a única maneira de conter sua invasão no ambiente, já que as sementes são levadas pelo ar e por animais.

    O Instituto Hórus de Desenvolvimento e Conservação Ambiental, que tem sede em Florianópolis, completa 15 anos no dia 15 de março. É uma organização sem fins lucrativos que trabalha com políticas públicas, restauração e capacitação para o manejo de espécies exóticas invasoras.

    Confira as notícias do colunista Mário Motta

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas