nsc

publicidade

Avaliação positiva

Marlon Freitas está feliz no Criciúma e diz que vive a melhor temporada da carreira

Jogador veio emprestado pelo Fluminense até o fim do ano.

04/10/2018 - 14h53 - Atualizada em: 04/10/2018 - 14h57

Compartilhe

Por Redação NSC
Volante atuou em 19 dos 23 jogos desde que chegou ao Criciúma, em maio
Volante atuou em 19 dos 23 jogos desde que chegou ao Criciúma, em maio
(Foto: )

Emprestado ao Criciúma pelo Fluminense, o volante Marlon Freitas se diz satisfeito com o atual momento da carreira. O jogador admitiu que a situação não era agradável quando não esteve entre os titulares no Tricolor das Laranjeiras, mas considera positiva a experiência que está tendo no Tricolor catarinense.

O volante de 23 anos foi formado em Xerém e tem vínculo com o time carioca até a metade do ano que vem. Marlon Freitas também passou pelo futebol dos Estados Unidos e na Eslováquia, antes de chegar, também por empréstimo, ao Tigre.

— Como profissional, acho que foi a minha melhor temporada. Jogando, com ritmo de jogo, fiz bons jogos, ao meu ver. Tirando os seis meses que eu fiquei lá (no Fluminense). Joguei alguns jogos, acabei perdendo a sequência e teve esse empréstimo para o Criciúma. Acho que foi muito bom para mim, como pessoa e como jogador. Estou aprendendo muito. Foi a minha primeira Série B como profissional. Estou tirando muita coisa positiva daqui, aprendendo muito. Espero que aconteçam coisas grandes para o Criciúma, se Deus quiser, ano que vem, se possível, disputar uma Série A — declarou o volante.

Ele atuou em 19 jogos dos 23 disputados desde a chegada, em maio. O técnico Mazola Júnior tem utilizado o jogador mais avançado e aberto pelo lado direito, quase como ponta, no 4-2-3-1 que armou nos últimos jogos. Marlon Freitas considera que este posicionamento tem sido positivo para ele, embora traga consigo quase uma obrigação de fazer gols. O jogador ainda não fez nenhum.

— Eu tenho me cobrado muito. Desde o jogo contra o Brasil de Pelotas que eu venho batendo na trave bastante, tendo oportunidade. Coloquei um objetivo para mim nesta Série B de fazer uns gols, ainda mais nessa posição em que eu estou jogando, quase um atacante, um ponta. Eu acho que tenho que fazer gols para ajudar o Criciúma a sair com resultados positivos — reconhece.

O empréstimo dele no Criciúma acaba no fim do ano, mas Marlon Freitas admite que veria com bons olhos uma proposta de renovação. Para isso, precisaria de um acerto entre o Tigre, o Fluminense e o empresário que o agencia.

— Eu me sinto muito bem aqui, o pessoal me acolheu muito bem. Tenho que agradecer o Nei (Pandolfo, executivo de futebol do Criciúma), o presidente (Jaime Dal Farra), que fizeram bastante força pela minha vinda para cá. Fiquei muito feliz, tive boas referências, como o Marlon e o Dodi (crias da base carvoeira que hoje estão no Fluminense). Eles falaram muito bem do Criciúma. Tenho provas disso hoje, estou muito feliz. Deixo o futuro na mão dos empresários e do Fluminense, até porque tenho um contrato lá até o meio do ano que vem. Mas, se acontecer alguma coisa, se o Criciúma quiser contratar ou algo do tipo, eu ficaria muito feliz. Aí a gente vai sentar e resolver — afirma Marlon Freitas.

Ele deve ser titular novamente no próximo compromisso do Tigre. Na terça-feira, às 21h30min, o Criciúma recebe o Brasil de Pelotas. O meia Alex Maranhão e o atacante Vitor Feijão estão suspensos, mas o Tigre terá o retorno do volante Ronaldo e do lateral-direito Sueliton. O volante Eduardo, que se recupera de lesão, é dúvida, assim como o atacante Zé Carlos, que está sendo poupado dos treinos por ter sentido um desconforto muscular na partida contra o Oeste.

Veja a tabela da Série B do Brasileiro

Mais notícias do Criciúma

Deixe seu comentário:

publicidade