publicidade

No pódio

Medalhistas de caratê no Pan-Americano, trio de Içara é recebido com festa no Sul de SC  

Elas conquistaram bronze em Lima, no Peru  

13/08/2019 - 17h28

Compartilhe

Lariane
Por Lariane Cagnini
Medalhistas de caratê no Pan-Americano, trio de Içara é recebido com festa no Sul de SC
(Foto: )

Depois de conquistar um bronze nos Jogos Pan-Americanos em Lima, no Peru, Izabel Cardoso, Sabrina Pereira e Carolaini Pereira, de Içara, foram recebidas com festa no Sul de Santa Catarina. Elas subiram ao pódio do Caratê, na categoria kata por equipes feminino. Izabel, 20 anos, e as irmãs Sabrina, 21, e Carolaine, 18, são treinadas pelo pai delas, Ederaldo Pereira, que não conteve a emoção com a recepção preparada para as atletas na prefeitura da cidade.

— Muito feliz, orgulhoso. Às vezes pessoas me questionavam por que eu não deixava elas irem pra São Paulo, pra crescer no esporte, pois tinham potencial. Pai nenhum quer se afastar dos filhos, e foi aqui em Içara, na nossa terra, que formamos essas atletas que hoje são medalhistas. Isso mostra que vale a pena investir no esporte - comentou o treinador.

Elas participam do projeto de caratê da Fundação Municipal de Esportes (FME), e foram recebidas pelo prefeito Murialdo Gastaldon, secretários e dezenas de crianças do projeto de caratê da cidade. Depois, seguiram em desfile pelas ruas da cidade no caminhão do Corpo de Bombeiros.

— A gente não chega a lugar nenhum sozinho, então o que podemos fazer é agradecer pelo apoio e incentivo total - resumiu Sabrina.

No Pan, a primeira apresentação das brasileiras foi contra a equipe do México, mas elas não avançaram para disputar a medalha máxima. Na briga pelo bronze, elas enfrentaram as colombianas e o resultado confirmou o terceiro lugar na categoria kata. Nessa categoria do caratê não há combate, mas sim a apresentação dos golpes que devem ser executados com precisão.

Bom desempenho de SC

Das 171 medalhas brasileiras em Lima (55 ouros, 45 pratas e 71 bronzes), 7% foi conquistada por representantes de SC, seja por equipes ou individual. O percentual de Santa Catarina na delegação brasileira foi de 4,72%. Dos 485 atletas, 23 têm origem catarinense.

pan
Izabel, Sabrina e Carolaine subiram no pódio em Lima, no Peru
(Foto: )

Deixe seu comentário:

publicidade