nsc
dc

Crime

Médico do Hospital Sírio-Libânes é baleado em São Paulo

Urologista estava em seu consultório, no centro da capital Paulista

15/09/2014 - 15h54 - Atualizada em: 15/09/2014 - 17h00

Compartilhe

Por Redação NSC

O médico urologista Anuar Ibrahim Mitre, 65 anos, foi baleado na tarde desta segunda-feira, 15, em seu consultório, em frente ao Hospital Sírio-Libanês, na região central de São Paulo. De acordo com informações da Polícia Militar, o agressor foi identificado como Daniel Edmans Forti e acertou Mitre com três disparos. Ele morreu após atirar contra a própria cabeça.

Forti é ligado à Medicina do Trabalho, mas, de acordo com informações do site do Conselho Federal de Medicina, estava com o CRM cancelado. Segundo a PM, o agressor teria ido à sala de Mitre para se consultar. A única testemunha do crime, a secretária do local, está em choque.

Mitre, Conselho Consultivo do Instituto de Ensino e Pesquisa do Sírio-Libanês, está sendo operado no hospital onde trabalha desde o início da noite desta segunda-feira para retirar uma bala alojada na cabeça. Os outros dois tiros o acertaram nas costas e no braço direito e outros três disparos foram feitos contra a parede do consultório. A perícia ainda está na sala onde o médico foi atingido.

*Estadão Conteúdo

Colunistas