nsc
dc

publicidade

Nova Trento

Médico que cobrava por cirurgias custeadas pelo SUS é indiciado por corrupção 

Ele teria realizado ao menos sete procedimentos cirúrgicos em mulheres

09/12/2019 - 19h50 - Atualizada em: 10/12/2019 - 08h09

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Polícia Civil
Polícia Civil
(Foto: )

A Polícia Civil indiciou, por corrupção passiva, um médico suspeito de cobrar pela realização de cirurgias já custeadas pelo SUS, em um hospital municipal de Nova Trento, na Grande Florianópolis. O profissional da área da saúde teria embolsado valores de pelo menos sete procedimentos, entre cesáreas e laqueaduras.

Segundo o delegado que coordenou a operação, Conrado Ferri Cintrão, a investigação foi iniciada com uma denúncia sobre as irregularidades praticadas pelo médico no hospital, cujos procedimentos são integralmente custeados pelo Sistema Único de Saúde.

Durante as diligências foram identificadas sete mulheres que afirmaram ter efetuado o pagamento para que o indiciado realizasse as cesáreas no estabelecimento hospitalar. Também foi identificada uma mulher que se recusou a pagar.

Todas as mulheres foram atendidas pelo investigado, segundo a investigação, em clínicas particulares em Itapema e em São João Batista. Funcionários do hospital e das clínicas particulares, onde ocorreram atendimentos, confirmaram as versões das gestantes. Por esse motivo, o médico foi afastado da função pública, de forma cautelar, desde o final de julho de 2019.

Aviso importante

A Polícia Civil reitera que todos os procedimentos realizados no Hospital Municipal de Nova Trento são gratuitos e custeados com verbas públicas, não devendo ser realizado nenhum pagamento por eles. Qualquer denúncia deve ser imediatamente comunicada à Delegacia de Polícia, sendo essencial a colaboração da população.

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Polícia

publicidade

Colunistas

    publicidade

    publicidade

    publicidade