nsc

publicidade

Alimentação e saúde

Merenda escolar de Joinville terá mais variedade de produtos da agricultura familiar em 2020

Hoje a Secretaria de Educação disponibiliza 40 alimentos com origem de produtores joinvilenses nas escolas do município; 30% da comida é da agricultura familiar

18/09/2019 - 16h55

Compartilhe

Luan
Por Luan Martendal
Alunos tem no cardápio da merenda tilápias cultivadas por piscicultores joinvilenses
Alunos tem no cardápio da merenda tilápias cultivadas por piscicultores joinvilenses
(Foto: )

A presença dos produtos de origem familiar à mesa estão aumentando gradativamente nas 86 escolas e 70 Centros de Educação Infantil da Rede Municipal de Ensino de Joinville, e o crescimento deve seguir em alta no ano que vem. Diariamente são fornecidas 62 mil refeições para crianças e adolescentes, 30% delas por meio da agricultura familiar em atendimento a legislação federal. Porém, para além deste número e em duas ações inéditas da Secretaria de Educação neste ano, os alunos tem no cardápio da merenda tilápias cultivadas por piscicultores joinvilenses e leites de pacote também fornecidos por produtores rurais da cidade.

Com os produtos são cerca de 40 itens entre frutas, verduras, pães caseiros e doces de fruta da agricultura familiar na alimentação escolar. Para 2020 é projetado o acréscimo de mais variedades de produtos locais, como palmito pupunha, biomassa e farinha de banana verde, e também novos sabores de doce para pão, como abóbora com coco, laranja e goiaba, além de chineque, cuca de banana, biscoito amanteigado, banana passa e mais variedade de pães.

- Primamos pela qualidade da merenda escolar e queremos garantir que produtos feitos em Joinville estejam nos pratos dos estudantes. É uma forma de garantir a sustentabilidade econômica para nossos produtores -, diz Sonia Victorino Fachini, Secretária de Educação de Joinville, sobre o incentivo a alimentação saudável e aos agricultores joinvilenses.

Leia também:

Agricultores do Oeste de SC economizam R$ 1,3 mil por mês com produção própria de alimentos

Deixe seu comentário:

publicidade