nsc

publicidade

Inovações para voltar a crescer

Metalurgia 2012 apresenta em Joinville novidades em momento de reaquecimento do setor

Ramo já aponta uma promessa de índices bastante positivos no próximo ano

19/09/2012 - 07h35 - Atualizada em: 19/09/2012 - 07h48

Compartilhe

Por Redação NSC
Sebrae, com a ajuda do Estado, pagou área para pequenas empresas
Sebrae, com a ajuda do Estado, pagou área para pequenas empresas
(Foto: )

Quem pensa que feiras de negócios só são interessantes para o ramo empresarial está enganado. Uma voltinha na Metalurgia 2012, que ocorre na Expoville, em Joinville, até sexta, pode garantir várias doses de conhecimento.

Além de ser uma oportunidade de conhecer de perto um dos setores mais importantes da economia brasileira, é possível encontrar lições inteligentes para muitas atividades. As inovações para o setor da fundição são essenciais neste momento.

O ramo está em crescente recuperação após queda no início da crise mundial e já aponta uma promessa de índices bastante positivos no próximo ano.

- O Brasil tem uma boa capacidade instalada. Tudo o que tem de melhor no País está aqui. É um momento muito oportuno para trocar conhecimento e fortalecer o setor - afirma Devanir Brichesi, presidente da Associação Brasileira de Fundição (Abifa).

A volta pelos pavilhões pode ainda desmistificar a visão que se tem do setor.

- É comum encontrar quem ache que a indústria de fundição é suja e desorganizada. Isso mudou há muito tempo. Hoje, é tudo automatizado, cheio de robôs - diz Brichesi.

E estes robozinhos todos podem ser encontrados na Metalurgia. Entre os 450 expositores de várias partes do mundo, é possível conhecer equipamentos de todos os tipos. Para quem trabalha na área, é conhecimento essencial. Para os curiosos, uma experiência que pode ser enriquecedora.

PDF: minicursos ?

Apoio aos pequenos empresários O incentivo às pequenas empresas do setor ganha destaque na Metalurgia. Em um espaço com 18 estandes, o Sebrae apresenta novas organizações que podem ter um futuro promissor no mercado.

- O Sebrae, com o apoio do governo do Estado, financiou este espaço e trouxe empresas que demonstraram interesse - diz Daniel Pfeiffer, diretor comercial da Messe Brasil, que organiza o evento.

- É a primeira vez que estas pequenas empresas comparecem à feira como expositoras. A iniciativa do Sebrae indica que existem novas ideias que podem se destacar - argumenta Richard Spirandelli, diretor da Messe Brasil.

Se não fosse o apoio do Sebrae, elas não participariam da Metalurgia em razão do investimento necessário para montar um estande.

Deixe seu comentário:

publicidade