nsc

publicidade

Catarinense 2017

Metrô perde gol no último segundo, empata e se complica na luta contra o rebaixamento

Resultado de 2 a 2 deixou a situação delicada para a última rodada do Estadual

15/04/2017 - 16h17

Compartilhe

Por Redação NSC
Metrô precisa vencer e torcer contra dois adversários para se livrar do rebaixamento.
Metrô precisa vencer e torcer contra dois adversários para se livrar do rebaixamento.
(Foto: )

Em um jogo de altos e baixos no Estádio do Sesi, o Metropolitano ficou apenas no empate contra o Criciúma e viu a situação ficar complicada na luta contra o rebaixamento. Com um gol inacreditável perdido por Mariano Trípodi no último segundo - literalmente - de jogo, o Verdão de Blumenau desperdiçou a oportunidade de chegar a 17, ultrapassar o Inter de Lages e ficar em uma situação um pouquinho mais confortável para enfrentar o Figueirense.

Mas não foi o que ocorreu. Com o empate em 2 a 2 e a vitória do Almirante Barroso sobre o Avaí por 1 a 0, o time blumenauense amarga a lanterna do Catarinense 2017. E mais do que isso: terá de fazer o que nunca conseguiu em toda a sua história para poder se livrar da Série B, que é vencer o Figueira na Capital - além de torcer para que Inter e Barroso não vençam seus jogos.

O Metropolitano abriu o placar aos 34 do primeiro tempo. Flávio cruzou na cabeça de Trípodi que anotou o primeiro do jogo. Logo na sequência, aos 35, o Criciúma empatou com Ricardinho. A virada da equipe carvoeira veio aos dois da etapa final com Caio Rangel. Aí o Verdão acordou e colocou a igualdade no placar com Paulo Victor. A chance da virada veio pontualmente aos 48 minutos e 55 segundos. Sabiá entrou na área e cruzou de três dedos para o atacante argentino do Metrô que, desequilibrado, bateu fraco. Diogo Mateus, em cima da linha, tirou.

Deixe seu comentário:

publicidade