publicidade

Esportes
Navegue por

Catarinense 2019

Metropolitano empata com o JEC em 0 a 0 e chega à terceira partida sem marcar no Estadual

Verdão chegou a ficar com um jogador a mais em campo, mas não conseguiu a primeira vitória

23/01/2019 - 20h55 - Atualizada em: 24/01/2019 - 12h00

Compartilhe

Augusto
Por Augusto Ittner
(Foto: )

Ambos tentavam apagar as más impressões das duas primeiras rodadas. Nem Metropolitano, nem Joinville haviam vencido até então no Campeonato Catarinense e tinham o claro objetivo de pôr fim a essa sequência. Em campo, porém, mais parecia que os dois lados da história estavam satisfeitos com o 0 a 0 que imperava no Estádio do Sesi – e o primeiro tempo foi uma grande mostra disso. Sem criatividade no meio-campo, Verdão e Tricolor proporcionaram 45 minutos com poucas oportunidades.

No caso dos donos da casa, único time que não havia marcado no Estadual até então, a meta era calibrar o pé. Mas Negueba, aos quatro minutos da etapa inicial, ao desperdiçar uma chance sozinho com o goleiro, provou que ainda havia resquícios dos problemas ofensivos que a equipe blumenauense teve contra Avaí e Chapecoense. Já o JEC teve dificuldades para passar da retranca formada por três volantes alviverdes e também passou zerado o primeiro tempo.

Não demorou muito para que Mabília e Zé Teodoro resolvessem mexer em suas equipes. No caso do Metropolitano, o treinador nem esperou o início da segunda metade para fazer as primeiras alterações. Bruninho – que teve o nome gritado pela torcida – entrou no lugar do vaiado Negueba, enquanto Zé Victor assumiu a posição de Netinho. Já o técnico do Tricolor pôs em campo Antony e Hugo Almeida no lugar de Wellington Rato e Grampola, respectivamente, logo no início do segundo tempo.

As quatro alterações mudaram algo no jogo? Nadinha. Sob vaias e impaciência da torcida, a partida foi caminhando para um 0 a 0 entediante e sonolento e que parecia que não iria pegar no tranco – só para se ter ideia, até mais da metade do segundo tempo, nenhuma alma viva dentro do gramado do Estádio do Sesi havia chutado uma bola ao gol.

Até que aos 36 finalmente o jogo esquentou, tal como a tarde de quarta-feira em Blumenau. Após uma falta no lado direito da grande área, Leandro Messina Perrone expulsou Tiago Costa, do Joinville. Na cobrança, Ari Moura acertou a trave pela terceira vez no Campeonato Catarinense. Com maior número de jogadores em campo, o Metropolitano insistiu, martelou. Mas mesmo com mais gás em campo e correria foi ineficiente e chegou à terceira partida sem fazer gols. Placar final: 0 a 0.

Na próxima rodada, o Metropolitano vai até Florianópolis para enfrentar o Hercílio Luz. O clube de Tubarão cumpre perda de mando de campo por conta de uma confusão na Copa Santa Catarina e não pode jogar no Estádio Aníbal Torres da Costa. O confronto entre Verdão e Leão do Sul está marcado para as 17h no Estádio da Ressacada. Já o JEC volta a jogar em casa e recebe a Chapecoense, na Arena. O duelo entre os dois tradicionais clubes do Estado ocorre às 19h, na Arena.

FICHA TÉCNICA

METROPOLITANO 0

Igor Koehler; Paulinho, Clau, Café e Jefinho; Leandro Melo (Ângelo), Negueba (Bruninho), Michel Schmöller e Netinho (Zé Victor); Ari Moura e Trípodi. Técnico: Marcelo Mabília.

JOINVILLE 0

Jefferson; João Ananias, Luan Bueno, Marlon e Tiago Costa; Leandro Bulhões, Wellington Rato (Antony), Clécio (Rodrigo Figueiredo) e Robert; Grampola (Hugo Almeida) e Nathan. Técnico: Zé Teodoro.

Amarelos: Michel Schmöller, Leandro Melo (M) e Tiago Costa (J).

Vermelho: Tiago Costa (J).

Arbitragem: Leandro Messina Perrone, auxiliado por Alexandre Bittencourt e Eder Miguel Sacco.

Local: Estádio do Sesi, em Blumenau

Público e renda: 988 pagantes. Renda de R$ 16,7 mil.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação