publicidade

CELEBRIDADE DA WEB

Ministério Público abre inquérito para apurar vídeo da catarinense Bettina

Objetivo é verificar se há "riscos e informações relevantes ao consumidor"

26/03/2019 - 09h26 - Atualizada em: 26/03/2019 - 09h59

Compartilhe

Augusto
Por Augusto Ittner
(Foto: )

O Ministério Público de São Paulo (MPSP) abriu um inquérito para investigar a peça publicitária da empresa Empiricus que envolve a catarinense Bettina Rudolph. O objetivo é investigar se houve falta de identificação do vídeo como publicidade, e quer saber também se houve "omissão quanto a riscos e informações relevantes ao consumidor".

O MPSP diz ainda que o procedimento vai verificar "se a propaganda pode ser caracterizada como publicidade enganosa". Além disso, a apuração a quer saber se houve extensão da campanha publicitária, uma eventual lesão aos direitos do consumidor, assim como uma possível "reincidência da empresa nesse tipo de prática".

Vale lembrar que na última terça-feira, o Procon de São Paulo enviou uma notificação à Empiricus, empresa em que Bettina trabalha, para que comprove como a garota passou dos R$ 1,5 mil para pouco mais de R$ 1 milhão em três anos. O comunicado do órgão de defesa do consumidor pede ainda que a empresa esclareça se o vídeo com Bettina no YouTube (que se tornou viral na última quinta-feira) é, ou não, uma campanha publicitária.

Relembre

Bettina Rudolph, garota de 22 anos formada em Administração na Furb, em Blumenau, e com família de Timbó, é a estrela de um anúncio em que fala que em três anos passou de R$ 1,5 mil para pouco mais de R$ 1 milhão de patrimônio investindo na Bolsa de Valores.

No vídeo, ela ainda pede desculpa pela indiscrição, mas diz que destacar esses números seria importante para captar a atenção do internauta.

O anúncio virou meme e alvo de zoações, questionamentos, e chegou a ser o assunto mais comentado no Twitter. Em entrevista ao Santa, Bettina declarou que não se importava com as piadas e chegou a dizer que estava guardando tudo para um dia mostrar aos filhos. Clique aqui e conheça mais sobre a garota do Vale do Itajaí pivô da mais recente polêmica da web.

Deixe seu comentário:

publicidade