publicidade

Polícia
Navegue por

Inquérito

Ministério Público pede investigação de ação polêmica da PM em Pomerode

Órgão solicitou inquérito que foi instaurado pela polícia e deve ser concluído até o fim do mês

08/02/2017 - 12h23 - Atualizada em: 08/02/2017 - 12h34

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

A polêmica ação de policiais militares de Pomerode no dia 22 de janeiro, que usaram uma arma de choque em um homem que se recusava a obedecer as ordens - mesmo ele estando sentado com uma criança no colo - está sendo investigada pelas autoridades. A Polícia Militar instaurou um inquérito para investigar o fato e o Ministério Público acompanha o caso e aguarda o relatório final para se posicionar.

::: Assista ao vídeo e relembre a polêmica

O vídeo viralizou na internet, foi notícia em sites do Brasil inteiro e, na postagem original no Facebook, já teve mais de 1 milhão de visualizações.

- O vídeo mostra apenas parte da ocorrência, é preciso saber de todo o contexto. Não tem como afirmar, pelo vídeo, se houve abuso por parte dos policiais. Por isso estamos acompanhando a investigação e solicitamos abertura de inquérito - afirmou o promotor da comarca de Florianópolis que acompanha o caso, Wilson Paulo Mendonça Neto.

Segundo o comandante da Polícia Militar de Pomerode, tenente Cristofer Tiemann, o inquérito foi instaurado como um procedimento padrão da corporação, independentemente do pedido do MP, e tem o prazo de 30 dias para ficar pronto. Como o caso ocorreu no dia 22 de janeiro, espera-se que até o fim de fevereiro o relatório esteja pronto. O resultado da investigação será encaminhado ao MP.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação