nsc
    dc

    Forte declaração

    Ministro da Justiça diz que prefere morrer a cumprir pena no Brasil

    José Eduardo Cardozo admite que sistema não oferece condições de reinserção

    13/11/2012 - 18h43

    Compartilhe

    Por Redação NSC

    O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse na tarde desta terça-feira, na capital paulista, que prefere a morte a uma longa pena no sistema prisional brasileiro, porque as condições nos presídios nacionais são medievais.

    - Se fosse para cumprir muitos anos em uma prisão nossa, eu preferiria morrer - disse Cardozo durante um encontro com empresários paulistas.

    Cardozo salientou que o sistema prisional do país precisa melhorar muito.

    - Não é porque eu tenho um sistema (prisional) debilitado, que não oferece condições de reinserção, que eu vou negar o princípio que eu tenho que seguir. Eu tenho é que melhorar o meu sistema, cumprir o meu papel - disse.

    O ministro respondia a perguntas feitas pelos empresários na reunião do Grupo de Líderes Empresarias (Lide). Ele foi questionado a respeito de prisão perpétua, pena de morte e castração química a estupradores e pedófilos. Cardozo mostrou-se contrário à aplicação desses tipos de penas no país.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas