nsc
    dc

    Benéficos, mas nem tanto

    Mitos e verdades sobre superalimentos

    Há casos que eles podem trazer malefícios também

    11/09/2014 - 02h01

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    (Foto: )

    Da prevenção do câncer ao emagrecimento. As vantagens de se consumir superalimentos são tentadoras. Porém, há casos que eles podem não ser tão benéficos assim. O nutricionista Ian Marber cita alguns mitos e verdades:

    COUVE

    Qualidades: as folhas verdes escuras são carregadas com vitaminas, cálcio, ferro e outros nutrientes.

    Quando pode prejudicar: A moda atual para a adição de couve crua para tudo, desde saladas até sucos significa que você está consumindo compostos conhecidos como glucosinolatos. Em algumas pessoas isso pode interferir na função da tireóide. Os hormônios produzidos pela tireóide controlam desde a fadiga até a ansiedade. Em excesso, pode até causar ganho de peso.

    Como consumir: Você teria que comer muita couve para ter algum problema - um suco verde por dia não vai fazer mal. Melhor ainda se a couve for preparada levemente cozida.

    GOJI BERRY

    Qualidades: são parte da medicina tradicional chinesa há séculos. Disponível em frutas secas ou em forma de suco, estimulam o sistema imunológico e a atividade cerebral, protegem contra doenças cardíacas e câncer. Além disso, melhoram a expectativa de vida.

    Realidade: seria necessário beber 13 copos de suco de goji berry para obter tantos antioxidantes quanto você encontraria em uma maçã vermelha. Uma preocupação é que são ricos em saponinas, um composto químico que aumenta o risco da síndrome digestiva do intestino permeável - assim, as toxinas podem se infiltrar com mais facilidade no corpo. Goji berry também pode interferir na diabetes e na pressão arterial. Além disso, têm sido associados a erupções cutâneas.

    Como consumir: preferir as frescas em vez das secas, que têm uma melhor proporção entre açúcar e fibras.

    SEMENTES DE CHIA

    Qualidades: têm até oito vezes mais ômega 3 do que o salmão. As sementes estão cheias de proteína, minerais e antioxidantes.

    Quando podem prejudicar: sementes de chia podem produzir uma massa gelatinosa no estômago e causar dores de barriga, prisão de ventre e inchaço. Elas também têm elevados teores de ácido fítico, compostos antioxidantes que inibem a absorção de certos minerais.

    Como consumir: Você realmente quer comer 300 gramas de sementes de chia, ou prefere comer um salmão?

    QUINOA

    Qualidades: contém até 18% mais proteína do que qualquer outro grão. Além de conter aminoácidos para construir músculos e tecidos do corpo.

    Quando podem prejudicar: podem provocar inchaço após comer.

    ÁGUA DE COCO

    Qualidades: a água de coco tem se tornado a bebida com consumo mais crescente na Grã-Bretanha. É rica em potássio e magnésio.

    Realidade: a água de coco é relativamente baixa em calorias (cerca de 20 kcal por 100 ml). Uma porção de 330ml contém três colheres de chá de açúcar, metade da dose diária recomendada. Um estudo de 2012 concluiu que havia pouca diferença entre a água, água de coco e bebidas esportivas para promover a reidratação após o exercício.

    AÇAÍ

    Qualidades: com o dobro de antioxidantes, juntamente com proteínas, fibras, gorduras essenciais, vitaminas e minerais, poderia ajudar a perder de peso.

    Realidade: a perda de peso não está provada, e poucos estudos científicos têm testado o benefício do açaí em emagrecimentos.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas