nsc
santa

Investigação

Morador de Balneário Camboriú é achado morto amarrado a uma pedra na Praia Brava

José Edilson estava desaparecido e a Polícia Militar diz que se trata de um assassinato; caso será investigado

06/07/2022 - 10h33 - Atualizada em: 06/07/2022 - 17h30

Compartilhe

Talita
Por Talita Catie
Bombeiros retiraram o corpo do local conhecido como Canto do Morcego
Bombeiros retiraram o corpo do local conhecido como Canto do Morcego
(Foto: )

Um morador de Balneário Camboriú que estava desaparecido desde o fim do mês de junho foi achado morto no começo da tarde desta terça-feira (5). De acordo com a Polícia Militar, o corpo estava no mar na Praia Brava, em Itajaí, amarrado a uma pedra pelas partes íntimas. A PM informou que o caso é tratado como assassinato. 

> Acesse para receber as notícias do Santa por WhatsApp

O pai de José Edilson, de 29 anos, registrou um boletim de ocorrência no dia 1º de julho e contou que o filho havia desaparecido desde a data anterior. Nesta terça, um pescador estava na água, na região da Avenida Doutor José Medeiros Vieira, quando percebeu um corpo e chamou aos autoridades. 

Os bombeiros conseguiram chegar ao corpo usando um jet ski por causa do difícil acesso à região. Lá, confirmaram se tratar de um homem morto. A PM contou que, com base nas informações dos socorristas, José tinha um corte na cabeça e estava sem roupa, além de estar amarrado a uma pedra pelas partes íntimas. 

José Edilson era natural de Brejão, no Pernambuco. O pai contou que a família chegou há pouco tempo em Santa Catarina e não tinha outros parentes e nem amigos na região. Ele disse ainda que o filho era surdo e mudo e costumava fazer academia ao ar livre ao lado da roda gigante. O caso será apurado pela Polícia Civil. 

Leia também 

Policiais penais e advogados são condenados por regalias no presídio de Blumenau

Construtora de alto padrão no Centro de Balneário Camboriú é alvo de tiros; vídeo

Outdoor em Brusque manda recado inusitado e chama atenção da população

Colunistas