nsc

publicidade

Trânsito violento

Morre menino que sofreu acidente na BR-116 em Correia Pinto

Garoto de seis anos estava internado em estado grave desde domingo

04/06/2012 - 08h44 - Atualizada em: 04/06/2012 - 10h14

Compartilhe

Por Redação NSC
Após colisão com outro veículo, automóvel Corsa Sedan pegou fogo e ficou destruído
Após colisão com outro veículo, automóvel Corsa Sedan pegou fogo e ficou destruído
(Foto: )

Morreu nesta manhã o menino Fabrício Pereira de Liz, de seis anos, vítima de um acidente de trânsito ocorrido no domingo à tarde, na BR-116, em Correia Pinto, na Serra Catarinense. Fabrício era um dos quatro ocupantes de um Corsa Sedan que pegou fogo ao ser atingido por outro carro. Na colisão, morreram queimados o avô do garoto, Sebastião Lima de Liz, de 73 anos; a tia Maria Aparecida Souza de Liz, 43; e a prima Eduarda de Liz Gomes, nove anos.

No momento da batida, Fabrício foi arremessado para fora do carro, que incendiou rapidamente, sem qualquer possibilidade de socorro às outras vítimas. Muito ferido e inconsciente, o menino foi levado para o Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, em Lages, distante cerca de 25 quilômetros.

Segundo o tio de Fabrício, o operador de máquina e ex-bombeiro Luiz Marcelo Gomes, de 40 anos, que inclusive ajudou a retirar do carro o corpo carbonizado da filha Eduarda, o garoto foi submetido a uma cirurgia no crânio ainda no domingo à noite e, depois, foi transferido para o Hospital Infantil Seara do Bem, também em Lages.

Até o fim da manhã desta segunda-feira, Fabrício continuava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Infantil, onde morreu. Os corpos das três pessoas carbonizadas permaneciam no Instituto Médico Legal (IML) à espera de reconhecimento científico por meio das impressões digitais. A previsão é de que os cadáveres sejam liberados à tarde para velório e posterior sepultamento.

"Não sei se voltarei a sorrir", diz pai que perdeu filha em acidente na BR-116

Deixe seu comentário:

publicidade