nsc
an

Perda

Morte de Norberto Cabral: médico colocou Joinville no cenário internacional da pesquisa do AVC

Neurologista faleceu em acidente na Serra Dona Francisca nesta sexta-feira (27). Ele liderava estudos pioneiros e idealizava programa de combate ao AVC em idosos

27/09/2019 - 12h34 - Atualizada em: 27/09/2019 - 20h24

Compartilhe

Luan
Por Luan Martendal
Norberto Luiz Cabral tinha 56 anos e acumulava posições de destaque na medicina
Norberto Luiz Cabral tinha 56 anos e acumulava posições de destaque na medicina
(Foto: )

A morte do neurologista Norberto Luiz Cabral em um acidente de carro na Serra Dona Francisca na manhã desta sexta-feira (27), representa uma perda não só para Joinville, mas também para a ciência e os estudos pioneiros relacionados ao Acidente Vascular Cerebral (AVC) no Brasil.

Reconhecido nacional e internacionalmente por sua contribuição na área neurológica, o médico de 56 anos acumulava posições de destaque na medicina: era vice-presidente da Sociedade Brasileira de AVC e membro titular da Associação Brasileira de Neurologia, coordenava o Registro de AVC de Joinville.

Também era professor de Neurologia e do programa de pós-graduação em Saúde e Meio Ambiente da Universidade de Joinville, e também atuava como médico e pesquisador no Hospital Municipal São José e da Clínica Neurológica, em Joinville.

Dentre as conquistas recentes do médico também se destacam publicações de artigos científicos e pesquisas inéditas em renomadas revistas internacionais.

Sentimento de tristeza

Para os profissionais da rede pública de Saúde de Joinville que conviviam diariamente com Norberto, o sentimento é de consternação e tristeza. De acordo com o secretário de Saúde do Município, Jean Rodrigues da Silva, Cabral estava cheio de ideias, que serão levadas adiante pelos colegas de trabalho.

— É com muito pesar que recebemos essa notícia. O Cabral, como era conhecido por nós (da secretaria), era um profissional ímpar e estava desenvolvendo projetos importantíssimos para a nossa rede de prevenção do AVC. No momento, ele liderava uma proposta de um programa fantástico para combater o AVC nos idosos e que agora vamos perseguir e implantá-lo no município, em homenagem a sua memória — afirmou Jean Rodrigues da Silva.

O legado do médico também ficará marcado nas importantes instituições pelas quais passou e que o tornaram um profissional de excelência. Norberto Cabral se formou em medicina pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em 1988, se tornou mestre na área pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), em 2003, e PhD em Ciências pela Universidade de São Paulo (USP), em 2008. Nesta década, em 2011, também concluiu pós-doutorado no Reino Unido, na Universidade de Edimburgo.

Visionário na área da pesquisa

Integrante da equipe do neurologista Norberto Cabral, o professor e pesquisador da Univille Paulo Henrique Condeixa de França, reforça as homenagens ao amigo e profissional apontando como uma das principais qualidades do colega sua atitude como visionário na área da pesquisa em doenças neurológicas, em especial ao AVC.

— Ele era alguém que sempre pensava além do que os outros estavam fazendo e que mesmo estando numa cidade de médio porte como Joinville, ele colocou a cidade no cenário internacional na pesquisa do AVC — considera.

— O vejo como um cara que era idealista, apaixonado pela pesquisa científica e, talvez muito possivelmente nesses últimos 20 anos a pessoa de mais relevância no cenário científico brasileiro que faz pesquisa em Joinville. Essa perda para a Univille, para o Sistema Único de Saúde (SUS) e para a cidade é gigante — completa.

Paulo Henrique também conta que mesmo transtornados com a notícia, os alunos de Cabral já afirmam que vão continuar fazendo aquilo que o médico desejaria que eles fizessem: produzir mais ciência, produzir mais conhecimento, e gerar mais resultados para a saúde pública brasileira.

O velório do médico ocorrerá na Capela Mortuária Borba Gato, no sábado, entre as 10 e 15horas, quando partirá para São Francisco do Sul para o sepultamento.

Repercussão

Em nota, a Associação Brasil AVC (ABAVC) escreveu:

"Hoje perdemos um entusiasta, um pesquisador, um grande homem e profissional que sempre lutou pela oportunidade de prevenir um Acidente Vascular Cerebral e atendimento de excelência aos acometidos pela doença. Fica o seu legado a todos nós, nas palavras de incentivo e motivação ditas no Fórum de 2018: — palpe o pulso, você pode salvar vidas; lute para aumentar a Estratégia da Saúde da Família, ela é mais eficiente para evitar a mortalidade; tenha como meta a letalidade abaixo de 15% para AVC isquêmico, esse é um parâmetro mínimo de qualidade de assistência; construa seu banco de dados, de base hospitalar ou de base populacional, porque quem tem números tem argumento, informação é poder; e, para finalizar, lute por reabilitação pública de qualidade — Dr. Norberto Cabral".

Prefeitura de Joinville:

"A Prefeitura de Joinville lamenta o falecimento do neurologista Norberto Luiz Cabral, ocorrido nesta sexta-feira, 27 de setembro de 2019. O profissional contribuiu para significativos avanços na qualidade do atendimento da saúde pública do município, participando efetivamente de pesquisas no Hospital São José. Doutor Cabral vai deixar um legado muito importante nos serviços destinados à melhoria da saúde das pessoas, principalmente relacionados às doenças neurológicas, como no tratamento do Acidente Vascular Cerebral (AVC), área em que Joinville é referência nacional. A Prefeitura de Joinville, por meio do prefeito Udo Döhler, presta condolências aos familiares, amigos e colegas do prestigiado médico Norberto Luiz Cabral".

Leia também

​Relembre os principais acidentes registrados na SC-418​

​Onze pessoas já morreram em acidentes na SC-418 neste ano​

​Leia mais notícias sobre Joinville e região no NSC Total

​Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

Colunistas