nsc
    dc

    Investigação

    Morte de piloto em Chapecó não foi por falha mecânica 

    Laudos periciais apontaram que sistema de freios não tiveram problema

    05/09/2019 - 17h34

    Compartilhe

    Darci
    Por Darci Debona
    Piloto paranaense morreu em Chapecó
    Piloto não acionou sistema de freios e bateu contra um poste
    (Foto: )

    A morte do piloto de arrancadão Ivan Possamai Júnior, 42 anos, natural de Cascavel, ocorrida no dia 3 de agosto, em Chapecó, não foi por falha mecânica, segundo laudos do Instituto Geral de Perícias.

    O delegado Willian Meotti, que conduz o inquérito, também descartou mal súbito e disse que não há indícios de falhas na pista.

    - Os laudos não apontaram nenhum defeito no sistema de freios. Na pista também não há indícios de defeitos. Mas vamos aguardar parecer da Confederação Brasileira de Automobilismo e fazer mais oitivas para ver o que aconteceu. O certo é que não houve falha mecânica e ele morreu de politraumatismo pela batida– disse.

    O piloto paranaense participava do Campeonato Sul Brasileiro de Arrancada, em Chapecó, quando seu carro atingiu 192 km/h. Mas o paraquedas para reduzir a velocidade na área de frenagem não foi acionado e o piloto bateu contra um poste de iluminação.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Polícia

    Colunistas