nsc
santa

VALE DO ITAJAÍ

Motorista filmado em alta velocidade que se acidentou em Botuverá é indiciado pela polícia

Ele também foi autuado por infrações de trânsito

03/09/2020 - 17h46 - Atualizada em: 03/09/2020 - 18h46

Compartilhe

Bianca
Por Bianca Bertoli
Vídeo foi feito no sábado (29)
Vídeo foi feito no sábado (29)
(Foto: )

Além de ser autuado pela Polícia Militar Rodoviária (com a possibilidade de pagar multa de quase R$ 4 mil e perder o direito de dirigir), o motorista filmado em alta velocidade em Botuverá foi indiciado pela Polícia Civil nesta quinta-feira (3). 

> Quer receber notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do Santa

Para a delegacia de Brusque, no Vale do Itajaí, o homem de 36 anos cometeu três delitos: o de dirigir perigosamente e sob influência de álcool, além de fugir do local do acidente para se eximir da responsabilidade penal.

O caso ocorreu no último sábado (29). O vídeo viralizou na internet e mostra que o condutor seguia em alta velocidade, entrando e saindo do acostamento. Em certo momento ele perde o controle e vai parar em uma área de mata (assista abaixo). 

Tudo foi filmado pelo caroneiro. Eles passaram por ruas de Brusque e depois na estrada que liga a cidade à Botuverá (rodovia Pedro Merízio, bairro Pedras Grandes).

> Neve, carrossel e atividades ao ar live: como será o novo parque de lazer de Pomerode

O motorista foi ouvido na delegacia de Botuverá nesta terça-feira (1°). Ele é conhecido no pequeno município (de pouco mais de 5 mil habitantes) por fazer manobras perigosas pelas ruas. 

O inquérito foi encaminhado ao Poder Judiciário e ao Ministério Público na tarde desta quinta. Se condenado às penas máximas pelos três crimes, o homem pode pegar até sete anos de detenção, perder o direito de dirigir e pagar multa.

> Motorista que se acidentou em Botuverá será multado em R$ 4 mil

Nesta semana, a PMRv o autuou por manobra perigosa, buzina prolongada e por transitar em acostamento. Juntas, as infrações geram multa de quase R$ 4 mil, 17 pontos na carteira e suspensão do direito de dirigir. Ele pode recorrer.

"Tomemo"

Colunistas