nsc
hora_de_sc

Audiovisual

Movimento brusquense de contracultura de 1970 é tema de documentário que estreia nesta sexta-feira

A produção audiovisual será divulgada no Youtube, às 20h

26/06/2020 - 15h14

Compartilhe

Por Janaína Laurindo
Criadores e colaboradores do movimento falam sobre arte, política, ditadura militar, cultura hippie e como enxergam o mundo de hoje.
Criadores e colaboradores do movimento falam sobre arte, política, ditadura militar, cultura hippie e como enxergam o mundo de hoje.
(Foto: )

Estreia nesta sexta-feira, 26, às 20h, o documentário Cogumelo Atômico, que fala sobre o movimento de contracultura surgido na cidade catarinense de Brusque na década de 1970. No documentário, que será exibido no Youtube, os criadores e colaboradores do movimento falam sobre arte, política, ditadura militar, cultura hippie e como enxergam o mundo de hoje.  

O movimento surgiu com um grupo de amigos que produziu o jornal Cogumelo Atômico que teve grande repercussão na imprensa alternativa brasileira. O cartunista Henfil e o arquiteto Oscar Niemayer foram admiradores do jornal catarinense.

O projeto que teve apoio do Fundo Municipal de Apoio à Cultura de Brusque foi dirigido por Maria Zucco, que também fez as animações e produzido por Ricardo Weschenfelder. 

Colunistas