O Ministério Público de São Paulo pediu à Justiça que a empresa de viação Itapemirim decrete falência nos próximos dias. O pedido inclui ainda o bloqueio dos bens do dono da empresa.

Continua depois da publicidade

A solicitação foi feita no fim de 2021, quando a empresa suspendeu as operações às vésperas do Natal. As informações são do G1.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

> Florianópolis está entre os destinos de voos de nova companhia aérea

Por conta das suspensões, diversos passageiros ficaram sem voos nos feriados de fim de ano. A promotora de Justiça diz que os gestores da empresa descapitalizaram uma empresa de Auto Viação para criar a linha aérea, que acabou sendo suspensa.

Continua depois da publicidade

A Itapemirim passa por recuperação judicial há cerca de seis anos e possui uma dívida de R$ 253 milhões aos credores. Mesmo com isso, o grupo lançou a companhia aérea no ano passado.

Na época, a empresa ainda anunciou a contratação de 600 profissionais e meses depois enfrentou atrasos de salários, dívidas com fornecedores e voos cancelados. 

Leia também

Colisões com objetos causaram 184 quedas de aviões em 10 anos no Brasil

Os bastidores da partida às pressas de Bolsonaro de SC

Testes de Covid-19 desaparecem das farmácias em Balneário Camboriú

Destaques do NSC Total