nsc
dc

Crime misterioso

Mulher é morta a tiros e filha de um ano é deixada viva pelos autores do crime

O veículo onde estava a vítima foi encontrado por agricultores uma estrada secundária

23/02/2012 - 16h49 - Atualizada em: 24/02/2012 - 06h21

Compartilhe

Por Redação NSC
Filha da vítima, um bebê de um ano, estava na cadeirinha e sem sinais de ter sofrido violência
Filha da vítima, um bebê de um ano, estava na cadeirinha e sem sinais de ter sofrido violência
(Foto: )

Uma mulher de 24 anos foi encontrada morta a tiros na manhã desta quinta-feira dentro do carro em uma estrada do interior de Balneário Arroio do Silva, no Sul de Santa Catarina. No banco de trás do veículo a filha da vítima, um bebê de um ano, estava na cadeirinha e sem sinais de ter sofrido algum tipo de violência.

O veículo onde estava a vítima, um Corsa com placas de Araranguá, cidade em que ela vivia com os pais, foi encontrado por volta das 9h por agricultores em uma estrada secundária próxima a estrada geral de acesso a praia da Meta. Ivonete Mezari Genuíno, 24 anos, levou quatro tiros no rosto e nos braços.

No banco de trás, a filha de um ano tinha apenas as marcas de picada de mosquitos, já que o veículo estava com os vidros abertos e o crime teria acontecido durante a madrugada. A menina foi encaminhada ao Hospital Regional de Araraguá e depois levada para os avós maternos.

O delegado Ari José Soto Riva, que comanda as investigações, conseguiu apurar poucas informações que podem apontar os autores ou motivos do assassinato. A vítima morava com os pais e cuidava da menina que estava no carro e um outro menino de três anos e a família desconhece que Ivonete estivesse envolvida em alguma situação que pudesse terminar em tragédia.

Colunistas