nsc
nsc

Florianópolis

Mulher que matou ex-namorado com nove tiros nos Ingleses é solta

A mulher alega ter agido para se defender de agressões e ameaças do ex

09/12/2014 - 18h13 - Atualizada em: 09/12/2014 - 19h41

Compartilhe

Por Redação NSC
Homem foi atingido por nove tiros disparos pela ex-namorada
Homem foi atingido por nove tiros disparos pela ex-namorada
(Foto: )

A mulher que atirou 12 vezes contra o ex-namorado após ele ter invadido sua casa nos Ingleses, no Norte da Ilha, recebeu a liberdade provisória na tarde desta terça-feira, após 24 dias presa. O crime ocorreu no dia 16 de novembro, e a fisioterapeuta alega que agiu para se defender das constantes agressões e ameaças que recebia de Renato Patrick Machado de Menezes, que não aceitava o fim do relacionamento. Nove tiros acertaram o homem, que chegou a ser internado, mas morreu no hospital no dia 28 de novembro.

::: Morre homem baleado nove vezes pela ex-namorada nos Ingleses, em Florianópolis

::: Mulher dispara 12 tiros contra ex-namorado nos Ingleses, em Florianópolis

::: Leia todas as notícias de polícia da Grande Florianópolis

Segundo o advogado Lidio Moisés da Cruz, a mulher foi aplaudida pelas outras detentas ao sair e agora vai responder o processo em liberdade. O advogado vai trabalhar para provar que a cliente agiu em legítima defesa:

- Ela há havia registrado dezenas de boletins de ocorrência contra ele, que a agredia e estuprava. Até mesmo um policial, que esteve na casa para atender a ocorrência da tentativa de homicídio, testemunhou que já havia ido até lá várias vezes a pedido da vítima por conta de desentendimentos com o ex - afirma Cruz.

Segundo os vizinhos, a mulher vive na casa no Norte da Ilha há cerca de oito meses com um filho de seis anos. Eles confirmaram que Renato ia até o local constantemente para importunar a mulher, que chegou a reforçar a segurança da casa:

- Ela mandou instalar a cerca elétrica, trocou o portão e ele foi lá e destruiu. Nós víamos ele chegar nas primeiras horas da manhã, às vezes de madrugada e ela sempre corria com ele. Um dia ela desabafou chorando e disse que não aguentava mais - contou uma vizinha.

Colunistas