nsc
    santa

    Segurança

    Mulheres são agredidas com socos em casos de violência doméstica em Blumenau 

    Em uma das ocorrências o suspeito foi preso e levado à Central de Polícia

    03/10/2019 - 06h09

    Compartilhe

    Redação
    Por Redação Santa
    (Foto: )

    A Polícia Militar atendeu duas ocorrências de violência doméstica nesta quarta-feira (3) em Blumenau. O primeiro caso foi registrado por volta das 10h, em uma residência na Rua Gustavo Zimmermann, no bairro Itoupava Central.

    Segundo relato da vítima à PM, durante uma discussão, o marido dela, um homem de 33 anos, teria desferido dois socos na cabeça e jogado a mulher no chão. O agressor ainda teria ameaçado ela de morte. Os policiais foram até o local e prenderam o suspeito em flagrante, enquadrado na Lei Maria da Penha e depois conduziram à Central de Polícia.

    À tarde, por volta das 13h, outro caso de violência doméstica. Desta vez, na Rua Elfonso Bachmann, no bairro Itoupavazinha. Uma jovem de 23 anos relatou à PM, que após uma discussão com o companheiro, o homem teria desferido um soco na boca dela.

    A vítima teria se trancado em um dos quartos da casa e começou a pedir socorro. A vizinha do casal ouviu a mulher e disse que iria chamar a Polícia Militar.

    O suspeito fugiu antes da chegada dos policiais. A vítima relatou à PM, que é comum ser agredida pelo companheiro. Ela contou que a discussão que gerou as agressões teria sido provocada pois a vítima queria voltar a morar com os pais.

    Números importantes

    Polícia Militar

    - Telefone 190: quando presenciar ou vivenciar algum episódio de violência contra a mulher.

    Rede Catarina

    - Telefone 3221-7332 e e-mail 10bpmredecatarina@pm.sc.gov.br: para receber acompanhamento da polícia ou buscar orientação sobre as ferramentas de proteção à mulher.

    Central de Atendimento para Mulher em Situação de Violência

    - Telefone 180: para buscar orientação sobre direitos e serviços públicos à população feminina, bem como para denúncias ou relatos de violência.

    Delegacia de Polícia de Proteção a Mulher, Criança e Adolescente

    - Telefone 3329-8829: para registrar ocorrência de violência contra a mulher, bem como requerer medidas protetivas e iniciar processos contra agressores.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas