nsc
    santa

    Lei Maria da Penha

    Mulheres são agredidas com socos em casos de violência doméstica em Blumenau 

    Em duas ocorrências neste domingo (13), os suspeitos fugiram antes da chegada dos policiais

    14/10/2019 - 06h55

    Compartilhe

    Redação
    Por Redação Santa
    (Foto: )

    A Polícia Militar atendeu três ocorrências de violência doméstica neste domingo (13) em Blumenau. O primeiro caso foi registrado por volta das 18h, em uma residência na Rua Benigno Joaquim dos Santos, no bairro Ribeirão Fresco.

    Segundo relato da vítima à PM, a mulher de 44 anos teria sido agredida pelo companheiro, um homem de 26 anos. Eles teriam discutido pois ela não quer mais morar com o suspeito.

    A vítima foi agredida com socos no rosto e chutes nas costas. Após as agressões, o suspeito fugiu do local.

    Pouco tempo depois, por volta das 18h50min, outro caso de violência doméstica, desta vez em uma residência na Rua Olinda, no bairro Garcia.

    A vítima relatou aos policiais, que teve uma discussão com o marido, um homem de 29 anos, e que ele teria agredido ela. Os policiais foram ao local e encontraram a mulher com hematomas e escoriações pelo corpo. O suspeito foi conduzido à Central de Polícia e enquadrado na Lei Maria da Penha.

    Por volta das 20h, mais um caso de violência doméstica foi registrado neste domingo (13) em Blumenau. A Polícia Militar foi até uma residência na Rua Dos Trabalhadores, no bairro Velha Grande.

    Segundo relato da vítima à PM, após uma discussão com o marido, ela teria sido agredida com um soco no rosto. O suspeito fugiu antes da chegada dos policiais.

    Números importantes

    Polícia Militar

    - Telefone 190: quando presenciar ou vivenciar algum episódio de violência contra a mulher.

    Rede Catarina

    - Telefone 3221-7332 e e-mail 10bpmredecatarina@pm.sc.gov.br: para receber acompanhamento da polícia ou buscar orientação sobre as ferramentas de proteção à mulher.

    Central de Atendimento para Mulher em Situação de Violência

    - Telefone 180: para buscar orientação sobre direitos e serviços públicos à população feminina, bem como para denúncias ou relatos de violência.

    Delegacia de Polícia de Proteção a Mulher, Criança e Adolescente

    - Telefone 3329-8829: para registrar ocorrência de violência contra a mulher, bem como requerer medidas protetivas e iniciar processos contra agressores.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Polícia

    Colunistas