O mês de novembro foi o mais quente desde que os registros começaram a ser feitos em 1880, informou nesta terça-feira a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos (NOAA).

Continua depois da publicidade

A descoberta se baseou em temperaturas terrestres e superficiais calculadas proporcionalmente em todo o mundo no mês passado, anunciou a NOAA em um comunicado.

“A temperatura média combinada nas superfícies da terra e do mar para novembro de 2013 foi a mais alta já registrada em um período de 134 anos“, destacou a NOAA.

A temperatura média foi 0,78º C acima da média de 12,9º C do século XX, acrescentou a organização.

Continua depois da publicidade

O mês passado também foi o 37º mês de novembro seguido com temperaturas médias acima da média do século XX.

De fato, os últimos 28 anos foram mais quentes do que o normal, continuou a NOAA.

“O último mês de novembro com temperatura global abaixo da média foi o de 1976 e a última temperatura global abaixo da média para qualquer mês ocorreu em fevereiro de 1985”, informou a agência.

Muitas partes do mundo tiveram temperaturas mais quentes do que a média no mês passado, enquanto um recorde de calor foi detectado em regiões de Rússia, Índia e Oceano Pacífico.

Continua depois da publicidade

Não houve partes do mundo com recordes de temperaturas baixas no mês passado, mas temperaturas mais frias do que a média foram registradas em regiões da Austrália e da América do Norte.

Destaques do NSC Total