publicidade

Política
Navegue por

Saúde pública

Mutirão da dengue já notificou 30 moradores no bairro Boa Vista

Ação da Secretaria de Saúde percorre 80 quarteirões do bairro, que tem 45 focos positivos da presença do mosquito

20/01/2017 - 14h45 - Atualizada em: 20/01/2017 - 18h02

Compartilhe

Por Redação NSC
Os agentes vistoriaram 250 imóveis nesta quinta-feira
Os agentes vistoriaram 250 imóveis nesta quinta-feira
(Foto: )

Somente na quinta-feira, 19 de janeiro, segundo dia do mutirão contra o mosquito causador da dengue, zika vírus e febre chikungunya, iniciado esta semana em Joinville, os agentes da Secretaria da Saúde vistoriaram 250 imóveis onde foram identificados 692 recipientes que poderiam acumular água e se transformar em criadouros do mosquito Aedes aegypti.

O resultado final foi emissão de 30 notificações, em que os responsáveis devem tomar providências para eliminar criadouros. Em caso de desobediência, estão sujeitos a multas que variam de R$ 500,00 a R$ 2.500.

O mutirão conta com a atuação de 20 equipes que percorrerão 80 quarteirões do bairro Boa Vista, num total de duas mil residências. A previsão é que o trabalho seja concluído na próxima semana.

Leia mais notícias de Joinville e região no AN.com.br

Além de vistoriar calhas, pratos de plantas e locais onde a água pode acumular como pneus, garrafas, tampas e plásticos, foram distribuídas 170 telas para caixas-d?água e bocas de lobo.

O bairro Boa Vista foi escolhido para a varredura contra o mosquito Aedes aegypti por ser o que registrou, este ano, o maior número de focos. Neste ano foram identificados de 45 focos positivos da presença do mosquito.

A coordenadora de Vigilância Ambiental, Nicoli dos Anjos, explica que, além do mutirão, Joinville tem um trabalho permanente de combate à dengue durante todo o ano com os 70 agentes de endemias que trabalham em todos os bairros diariamente das 7 às 13 horas.

No ano passado, foram registrados 26 casos de dengue, sendo apenas dois contraídos em Joinville e 24 em outras cidades. Também foram registrados cinco casos de chikungunya e um de zika vírus.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação