nsc

publicidade

 15ª derrota

“Não sei nem o que dizer” afirma jogador da Chapecoense 

Chapecoense leva 2 a 0 do Fortaleza e jogadores começam a diminuir a esperança

09/10/2019 - 22h59

Compartilhe

Darci
Por Darci Debona
Chapecoense perdeu por 2 a 0 para o Fortaleza
Roberto disse que não tem nem o que explicar sobre nova derrota, desta vez para o Fortaleza
(Foto: )

A situação da Chapecoense é tão complicada, com a 15ª derrota em 24 rodadas, desta vez para o Fortaleza, por 2 a 0, nesta quarta-feira, que os jogadores da Chapecoense estão até com dificuldade de explicar o momento do time.

- Sinceramente não sei nem o que dizer, a gente trabalha, tenta, mas não tem mais para onde correr – disse o lateral Roberto.

O atacante Régis lamentou que o time só reagiu depois de tomar o gol. Márcio Araújo disse que a Chapecoense precisa primeiro melhorar seu retrospecto em casa pois fora fica mais difícil.

O zagueiro Douglas foi um dos que mais lamentou a derrota:

- Complica mais ainda pois para nossas pretensões necessitávamos somar pontos mas não conseguimos. É difícil o momento e perdemos um confronto direto. Está cada vez mais difícil. Mas enquanto tivermos chance vamos lutar até o fim para honrar esta camisa – disse o capitão.

Quem lamentou o resultado mas estava feliz pelo retorno aos gramados foi o goleiro João Ricardo, que não jogava desde o campeonato catarinense, por suspeita de doping em jogo da Copa do Brasil, contra o Mixto-MT. Depois que foi liberado para jogar pela CBF, que revogou sua suspensão, ele ficou algumas partidas na reserva até ser escalado como titular contra o Fortaleza.

- Foi um dia iluminado para mim pois minha família, minha esposa sabe o que eu passei. Agradeço a Deus pelo retorno. Infelizmente o resultado não veio. Tivemos oportunidade pelo menos de empatar mas depois de sair perdendo ficou mais difícil. Estamos muito próximo do que ninguém quer mas vamos continuar lutando – disse o goleiro.

Deixe seu comentário:

publicidade