nsc

    Trânsito

    No segundo dia de barreira sanitária para carros de SP, Florianópolis tem fila na Beira-mar Norte

    Medida previne disseminação do coronavírus durante feriadão paulista 

    21/05/2020 - 09h31 - Atualizada em: 21/05/2020 - 12h50

    Compartilhe

    Por Juliana Gomes
    Barreira sanitária aborda veículos de SP
    Barreira sanitária aborda veículos de SP
    (Foto: )

    Nesta quinta-feira (21), segundo dia de megaferiado paulista, a Guarda Municipal de Florianópolis (GMF) retoma a fiscalização de veículos com placas de São Paulo. A abordagem, para evitar a disseminação do novo coronavírus, causou formação de filas e lentidão no trânsito na Avenida Beira-Mar Norte, nesta manhã, no sentido Norte da Ilha.

    Com a expectativa de que paulistas venham para a Florianópolis, a prefeitura publicou um decreto nessa quarta (20) para reforçar o controle e prevenção do coronavírus com barreiras sanitárias terrestres e no aeroporto. No primeiro dia de inspeção, 151 carros passaram pela vistoria. Até o fim da manhã desta quinta, os condutores abordados não apresentaram sintomas de Covid-19.

    >Em site especial, saiba tudo sobre o coronavírus

    De quarta até a próxima segunda (25), muitas cidades do estado de São Paulo estão em feriado, incluindo a capital.

    - Os veículos com placas de SP, alguns com placas do Mercosul também, são direcionados para a marginal da Beira-mar, onde montamos uma área de abordagem. Os condutores passam por um questionário da Vigilância Sanitária e têm a temperatura aferida. Se tiverem sintomas serão orientados a ficar 14 dias em isolamento e seu local de hospedagem será monitorado pelas equipes de saúde – explicou o comandante da Guarda Municipal de Florianópolis Ivan Couto.

    Ouça a entrevista:

    Outras medidas

    Pelo decreto publicado pela prefeitura, estão proibidas locações e reservas de imóveis neste período para turistas vindos de São Paulo.

    Além disso, equipes da Vigilância Sanitária e da Guarda Municipal vão fiscalizar à noite bares e restaurantes para inibir aglomerações. Com apoio da Polícia Militar, Polícia Civil e Ministério Público, o município também pretende aumentar a fiscalização em caso de denúncias de festas particulares.

    Segundo a secretaria de saúde do município, até essa quarta, Florianópolis tinha 603 casos confirmados de Covid-19 e sete mortes causadas pela doença.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas