nsc
nsc

Abastecimento

Norte da Ilha ganha mais 3 milhões de litros de água neste domingo

Casan construiu reservatório vitrificado em tempo recorde para a temporada de Verão

17/12/2015 - 17h24 - Atualizada em: 17/12/2015 - 17h26

Compartilhe

Por Redação NSC
Reservatório vitrificado levará seis dias para ficar abastecido
Reservatório vitrificado levará seis dias para ficar abastecido
(Foto: )

O Norte da Ilha de Santa Catarina, em Florianópolis, ganha um reservatório com capacidade de 3 milhões de litros de água neste domingo. Ontem, o presidente da Casan, Valter Gallina, apresentou a nova caixa de água vitrificada da empresa no Morro das Antenas, no limite dos bairros Ingleses, Vargem do Bom Jesus e Cachoeira do Bom Jesus, que vai dobrar a reserva técnica da região.

Mais notícias da Grande Florianópolis

Até então, a Casan trabalhava com uma reserva de 6 milhões de litros de água. O reservatório foi construído na Áustria, com placas de aço vitrificado (vidro fundido em aço), pelo custo de R$ 3,3 milhões. Ele ainda não tem cobertura e deve levar seis dias para ficar abastecido.

- Alguns diretores e o presidente da Casan ficarão de plantão de 23 de dezembro a 3 de janeiro. Ninguém vai dormir durante esse período - contou o presidente.

A Casan preparou um grande esquema para evitar a falta de água nesta temporada. Vinte e quatro geradores serão acionados em caso de falta de energia elétrica. Além disso, a empresa investiu na perfuração de poços, fez melhorias nas estações de tratamento dos bairros Daniela e Ratones, construiu um flocodecantador na região continental e ampliou a capacidade da adutora entre os bairros Itacorubi e Canasvieiras.

- Assim, garantimos o aumento de 27% no volume do líquido a ser distribuído no Norte da Ilha em relação a última temporada, quando já não tivemos problemas de desabastecimento - afirmou Gallina.

O vice-governador, Eduardo Pinho Moreira, e o secretário de Infraestrutura, João Carlos Ecker, também estavam na solenidade.

"De três a quatro dias sem água"

O eletrotécnico Aslei Guedes Gonçalves, 43 anos, é vizinho do novo reservatório vitrificado da Casan. O morador da Vargem do Bom Jesus, que tem uma caixa de água de 2 mil litros, comemora o aumento na oferta.

- Há cinco anos, a família da minha esposa chegou a ficar de três a quatro dias sem água. Na última temporada também ficamos sem água, mas apenas durante um curto período. Estamos torcendo para que essa seja a solução para o Norte da Ilha - declarou o eletrotécnico.

Colunistas