nsc
    dc

    Notícia Falsa na Rede

    Notícia sobre projeto de lei que prevê cota para homossexuais em concursos públicos é falsa

    Texto que circula nas redes sociais desde o início do mês atribui projeto fictício a deputado federal que não existe

    20/04/2017 - 12h32 - Atualizada em: 21/06/2019 - 21h54

    Compartilhe

    Por Redação NSC

    Notícia sobre projeto que estipula cota para homossexuais em concursos públicos é falsa

    O texto afirma que o projeto seria "de autoria do deputado Marquinhos Freire (PT-BA)" e já teria sido aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, já contando com o apoio de 254 deputados federais. Consultando o site da Câmara, é possível se constatar que não existe nenhum deputado chamado Marquinhos Freire, tampouco um projeto de lei que aborde o assunto.

    (Foto: )

    Leia mais

    Mensagem "urgente" do médium Divaldo Franco sobre Brasil em risco é boato

    Atenção ao receber e-mail sobre contas inativas do FGTS! É falso

    Mensagem de que Facebook irá divulgar conteúdos pessoais é falsa

    Posteriormente, porém, o tema voltou a circular nas redes após o vereador Cícero Martins (PTB) criticar o projeto falso durante discurso na Câmara de Natal. Em alguns dos compartilhamentos, o projeto passou a ser atribuído ao deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), identificado com as causas da população LGBT.

    — Originalmente, essa falsa notícia começou a circular sem ser atribuída a mim. A princípio foi atribuída com um nome falso, de um deputado que não existe. Mas aí um vereador estúpido (...) leu essa falsa notícia na internet e fez um discurso contra a falsa noticia, contra o falso projeto e contra o falso deputado — afirma Wyllys, que completa: — Um vereador ganha um salário razoável, ele poderia simplesmente usar um dos assessores para fazer uma consulta na internet, e descobriria que a notícia é falsa.

    Você leu uma informação e ficou em dúvida se é verdade ou mentira? Envie sua sugestão, por WhatsApp, para a seção Notícia Falsa na Rede: (51) 99667-4125.

    Leia outros textos da seção Notícia Falsa na Rede

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas