nsc

EMISSÁRIO SUBMARINO

Nova audiência sobre esgoto do Sul da Ilha ocorre nesta terça-feira

Reunião não é deliberativa, mas faz parte do processo de obtenção da Licença Ambiental Prévia (LAP)

09/09/2019 - 08h38 - Atualizada em: 09/09/2019 - 09h42

Compartilhe

Felipe
Por Felipe Reis
Emissário vai coletar efluente tratado e liberá-lo em alto mar
(Foto: )

A Companhia de Águas e Saneamento (Casan) e o Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) marcaram para esta terça-feira (10) mais uma audiência para tratar do emissário submarino a ser construído no Sul da Ilha. A reunião ocorre às 19h no Colégio do Campeche, na SC-405, número 4501.

Apesar de não ter poder para decidir ou não pela instalação do equipamento de destinação dos efluentes, o compromisso é importante para que o licenciamento ambiental prévio seja concedido pelos órgãos de fiscalização do meio ambiente. Segundo o engenheiro da área de saneamento ambiental da Casan, Alexandre Trevisan, a proposta é esclarecer dúvidas e "eliminar o risco de que a discussão sobre o emissário seja feita sob viés ideológico".

— Temos apresentado o projeto em diversas entidades sempre que somos chamados. Em todas mostramos qual é a realidade e como a construção dessa obra é a única alternativa para atender a demanda crescente por tratamento de esgoto e destinação de efluentes em toda a região Sul da Ilha de Santa Catarina.

Durante a audiência será apresentado o Relatório de Impacto Ambiental elaborado para licenciamento da obra. O projeto faz parte do planejamento de Florianópolis para que a cobertura de coleta e tratamento de esgoto avancem na cidade, segundo a Casan.

Depois da concessão da licença prévia, começam as avaliações sobre os estudos técnicos para a liberação do licenciamento de instalação da obra.

Colunistas