nsc
    dc

    Notícia

    Novos prazos para corte de energia por atraso de pagamento passam a valer nesta quarta-feira

    Conta com atraso superior a 90 dias não poderá gerar corte de energia

    01/12/2010 - 13h42 - Atualizada em: 01/12/2010 - 13h48

    Compartilhe

    Por Redação NSC

    Compartilhar

    As mudanças nos prazos para as distribuidoras de energia realizarem alterações no fornecimento de energia passam a valer a partir desta quarta-feira. As alterações foram aprovadas pela diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em setembro deste ano.

    De acordo com as novas regras, as concessionárias de distribuição terão dois dias para iniciarem o fornecimento do serviço de energia para residências e estabelecimentos comerciais. Antes, o prazo era de três dias. Para indústrias e grandes estabelecimentos comerciais o prazo passou de dez para sete dias úteis.

    Com relação ao pagamentos e aos cortes no fornecimento de energia, as regras também mudaram. Agora, as distribuidoras de energia terão até 90 dias após o vencimento da fatura para efetuar o corte. Caso isso não aconteça dentro deste prazo, a empresa perde o direito de suspender o fornecimento.

    Segundo as Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) a empresa não poderá cortar o fornecimento referente a uma fatura com atraso superior a 90 dias, mas havendo uma outra com atraso a partir de 45 dias, o corte será efetuado. Isso porque a empresa catarinense notifica o atraso ao consumidor na fatura seguinte, dando-lhe este prazo para resolver a pendência.

    Após quitar a dívida com a distribuidora de energia, o consumidor deverá ter o serviço restabelecido em 24 horas. Antes, o prazo era de 48 horas. Caso algumas das novas medidas não sejam respeitadas o consumidor pode procurar o Procon, ligar para número 167 da Aneel, ou, no caso de Santa Catarina, ligar para o 0800-480196 da Celesc.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas