publicidade

Congresso

“O design é uma ferramenta valiosa para os negócios”, avalia Silvio Angori na Expogestão 2019 

Palestrante em Joinville é CEO da Pininfarina, empresa italiana responsável pelo design de arranha-céus de Balneário Camboriú e de projetos para marcas como Ferrari e Maserati  

15/05/2019 - 19h42

Compartilhe

Luan
Por Luan Martendal
(Foto: )

“Como o design faz do mundo um lugar melhor?”. Essa foi a questão-chave da participação de Silvio Pietro Angori na tarde desta quarta-feira (15) durante a Expogestão 2019, na Expoville, em Joinville. O executivo é CEO da Pininfarina, empresa italiana responsável pelo design de arranha-céus de Balneário Camboriú, como o Yachthouse - a torre mais alta do Brasil -, e de projetos para marcas como Ferrari e Maserati.

A resposta para a pergunta central está em aliar os mundos físico e digital por meio de um design que promova experiências únicas aos clientes. Na avaliação dele, com os impactos das novas tecnologias, como a Internet das Coisas (IOT) e as novas tendências sociais, o comportamento das pessoas está mudando e é nesse contexto que um design inovador, diferenciado e humanizado ganha papel de destaque nos diferentes setores corporativos.

— Com todo o impacto que o avanço tecnológico está promovendo na vida das pessoas, cada cliente quer um produto ou serviço personalizado. No setor automotivo, por exemplo, há 20 anos o consumidor estavas pensando no combustível, hoje pensa no design do produto.

A questão é como usá-lo a favor da companhia — considera.

— Acreditamos que a resposta para este paradigma é conseguir a combinação de dois pontos coexistentes: estética e beleza de um lado; tecnologia e funcionalidade do outro. Ou seja, o design deve humanizar esse produto ou serviço — explica.

Design como estratégia

A visão de Silvio Angori está presente no DNA da Pininfarina desde a sua fundação em 1930. Segundo ele, a empresa obtém sucesso nos mercados em que atua porque aposta no design como a arma capaz de transmitir experiências aos usuários de qualquer produto ou serviço.

— Você acaba colocando alma nas máquinas.

Ainda de acordo com o executivo, se não houver beleza no design a empresa não vai conseguir ter os lucros desejados. “É possível construir um prédio ou um carro, mas eles são coisas imóveis, sem vida. Então é o design que acaba transmitindo emoções e se torna parte fundamental do produto”, assegura.

— Homens de negócios sabem que as empresas devem lucrar e o design é muito valioso para os negócios, porque quando bem sucedida essa estratégia faz com que possamos ser reconhecidos como únicos. O mundo está mudando muito rápido e para se manter no topo da competição

é a hora de correr e inovar o mais rapido possivel, fazer com que o amanhã chegue hoje para o nosso cliente e para isso nós temos que inovar e tornar o mundo um lugar melhor — reflete.

Negócios no Brasil

Com uma série de exemplos bem sucedidos, Silvio Angori destacou que a empresa global - referência em engenharia e design de luxo - está presente no mercado brasileiro e deseja crescer e criar raízes no País. Dentre os projetos que fortalecem essa intenção estãoobras em São Paulo (SP) e Balneário Camboriú (SC).

Com construção iniciada em 2016 e entrega feita em janeiro de 2018, o design de um edifício Cyrela é tido como um dos cases de sucesso da companhia em seus quase 90 anos. O empreendimento, construído em São Paulo, foi premiado com o ‘iF Design Award 2016’.

Outras três obras estão em desenvolvimento com assinatura de design da Pininfarina e ficam perto de Joinville, em Balneário Camboriú, no Litoral Norte Catarinense. O La Città e o principal deles, Yachthouse, que terá as duas maiores torres gêmeas da América Latina com previsão de conclusão para este ano.

Além do mercado brasileiro, a companhia mantém 656 empregados em três continentes (Ásia; Europa e Américas).

Sobre o palestrante

A Ferrari e a Maserati são ícones no setor automobilístico e povoam o sonho de consumo de muitas pessoas. O design arrojado é criação da Pininfarina, empresa italiana, reconhecida mundialmente. Silvio Pietro Angori, CEO e Diretor Executivo, veio a Joinville para falar sobre a trajetória da empresa, fundada em 1930, em Turim. Durante a palestra, compartilhou sua trajetória na empresa e de como sua liderança promoveu a reestruturação da companhia, passando de uma administração familiar para profissional, expandindo a atuação para a mobilidade sustentável, o design industrial e a arquitetura interior. Silvio tem mestrado em física e MBA pela Universidade de Chicago e sólida experiência em empresas de design, incluindo a Augusta Helicopters e o Fiat Research Center. Em sua trajetória, atuou nos setores técnico, comercial e executivo, responsável por diferentes países, até se juntar à Pininfarina, em 2007, da qual se tornou também membro do conselho, em 2008.

Deixe seu comentário:

publicidade